verificador pinterest Casa, Coisas e Sabores: Lista de compras de supermercado: como fazer

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Lista de compras de supermercado: como fazer



Em cada casa, o ritmo de consumo das coisas é diferente. Vale sempre a máxima de ajustar a lista de compras de supermercado à demanda da família e à frequência das compras. Nessa postagem, vou contar o que está dando certo para mim e que pode servir de ponto de partida para recém-donos de casa ou como dicas para quem já tem sua listinha, mas anda às voltas com despensa vazia no meio do mês ou estoque sem fim de alguns artigos.

Para que as dicas da lista de compras façam sentido, preciso dizer uma ou duas coisas sobre a rotina desta casa. Não gosto de fazer compras de supermercado (pronto, falei!), talvez porque frequente um estabelecimento infernal em busca de bons preços. Penso minha lista para fazer uma compra grande por mês, e deixo frutas, verduras e legumes para comprar uma vez por semana em outro lugar. Nestas compras de semana, vou repondo também os itens perecíveis que vão acabando, como laticínios e pão.

Ou não. A máquina de pão e o iogurte caseiro (veja o link da receita abaixo) são tentativas desesperadas de fugir das compras da semana. As frutas, legumes e verduras às vezes somem por causa da preguiça atribulação, mas isso é feio, não recomendo. (No hortifruti, eu até gosto de ir, é mais tranquilo e divertido).

Acrescente à problemática a falta de espaço para guardar mantimentos. Não posso fazer muito estoque, as compras têm que ser muito afinadas com o consumo.

Postos minha aversão a supermercados e o espaço reduzido do meu “cafofo”, vou contar algumas estratégias para fazer a lista que podem ser úteis para reis e rainhas do lar:

  • No caso de itens indispensáveis (papel higiênico, arroz...), costumo deixar sempre uma unidade de sobra, caso por algum motivo o consumo do mês seja maior do que o habitual.
  • Funciona comigo: deixar sempre um papel preso na geladeira para anotar os produtos que acabaram ou estão acabando. Quando abro o último pacote de café, por exemplo, já anoto na lista que tenho que comprar café na próxima ida ao supermercado (sempre fico com café no pote e um saco fechado).
  • Se tiver espaço para guardar (eu não tenho), faça estoque de produtos não perecíveis, como arroz, feijão, farinha, leite condensado. Aproveite para comprar em quantidade quando o preço estiver bom.
  • Na hora de escrever a lista, os itens estão agrupados de acordo com a localização no supermercado onde sempre vou. Coloco juntos os itens próximos fisicamente. Isso economiza tempo no local. Eu e marido dividimos a lista e começamos a gincana de quem termina sua parte primeiro. Isso não é dica que se dê, já é insanidade.
  • A lista da porta da geladeira é a base para saber se preciso ou não comprar os itens “variáveis”. Alguns itens são fixos, como os laticínios, pois sei que eles serão consumidos totalmente no mês e não podem ser estocados.
  • Tenho uma lista fixa com todos os itens que já precisei comprar no supermercado ao longo dessa vida, na qual fui acrescentando itens durante as várias compras. Agora ela está bem ajustada com nosso consumo. Uso essa listagem como “check list”, verificando quais itens dessa lista geral eu preciso ou não comprar naquele mês.

Disponibilizo também minha lista de compras de supermercado. Ela foi criada no Word mesmo, sem firulas tecnológicas, e atende ao consumo de um casal sem crianças. Você pode editar a seu gosto. Para fazer o download, clique na figura abaixo:


Não é fácil manter o controle, mas vale a tentativa para faltar o mínimo possível, economizar e evitar a fadiga. Mas sem estresse, que a vida é boa: caso falte alguma coisa básica, sempre tem um mercadinho por perto para quebrar o galho.

Atualização em 16/04/2013: há algum tempo, uma leitora pediu ajuda pelo Facebook para fazer as compras de casa, já que ela era recém-casada e não fazia muito ideia das quantidades. Passei mais algumas dicas para ela que não estavam na postagem, por isso achei legal compartilhar aqui também. As dicas são gerais, mas as quantidades foram pensadas para uma família formada por um casal, ok? Tem também o link da lista aí de cima, mas com quantidades aproximadas (para um casal). Lembrando que o consumo é algo muito próprio de cada família, essas dicas são bem gerais.

  • Para alimentos perecíveis, como os laticínios e pães, não tem jeito, as compras devem ser semanais ou quinzenais.
  • Os alimentos não perecíveis (arroz, feijão, enlatados...) podem ser adquiridos nas compras mensais. Inclusive, se você tiver espaço para guardar, pode aproveitar promoções para comprar mais uma ou duas unidades desses produtos, aí já fica para o outro mês.
  • Para frutas, verduras e legumes, as compras devem ser semanais, assim você consumirá tudo bem fresco. Minha dica é aproveitar as promoções do hortifruti, assim você garante variedade na sua mesa. No geral, recomendo escolher duas ou três variedades de cada item: frutas, verduras e legumes. Exemplo: essa semana vou trazer maçã, banana e mamão (3 frutas); cenoura e chuchu (2 legumes); alface e rúcula (2 verduras). Para uma família pequena, pegue uma ou duas unidades de cada item. Acho que o segredo é trazer pouca quantidade de cada coisa, assim você tem variedade e corre menos risco de algo estragar.
  • Por fora, sempre trago do hortifruti os básicos: tomate, batata, cebola e salsinha (ou coentro). Uma unidade de cada, se você não estiver planejando fazer algo específico (uma salada que vá levar mais tomates, um purê de batata...).
  • No caso de folhas e ervas tipo salsinha, tem dica no blog de como fazer durar mais, porque às vezes um casal não consegue dar conta de um pé de alface tão rápido, por exemplo.

  • Os produtos de limpeza demoram mais para acabar, mas a validade também é muito grande. Então, a cada compra do mês, avalie quais estão acabando ou vão acabar ao longo daquele mês, para repor na despensa.


------------------------------------------------------

Crédito da imagem: www.sxc.hu
Veja AQUI a receita do iogurte caseiro.
No começo, usei ESSA lista on-line como colinha, ela é muito boa e dá para acrescentar e retirar itens.
O congelamento de alimentos é parte importante da gestão da cozinha de uma família. O blog Pitéu, da Katita (ex-Rainhas do Lar), colocou dicas preciosas sobre o assunto AQUI.

5 comentários:

  1. Olá, Adri!Gostei das tuas dicas e diverti-me a ler a mensagem, imaginando tu e o teu marido a apostarem corrida no supermercado, muito engraçado. Eu gosto de ir à supermercados em horas mortas, para ver os produtos novos, que eu não conheço, mas fazer compras, mesmo tem de ser rápido. Também tenho uma lista que vou adaptando e também anoto as faltas num bloco colado na geladeira, dá muito jeito. Outra dica que eu acrescentaria: não ir ao supermercado com as crianças, além de gastar mais, fica-se com a paciência totalmente esgotada.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Lina, essa parte das crianças foi muito bem lembrada essa dica das crianças, elas sempre querem coisas de fora da lista e ficar de olho nelas enquanto se faz compras num supermercado lotado deve ser terrível! Quando tiver filhos, acho que aqui em casa alguém vai para a gincana sozinho, rss. Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Muito boa essa postagem sobre lista de compras... achei seu blog pelas andanças na inter, tenho um bloguito tb, apareça por lá cheirinhodimel.blogspot.com.br
    Já estou te seguindo, muito jóia seu blog.
    bj

    ResponderExcluir
  4. eu adorei o post e era bem o que eu estava procurando.
    Estou fazendo uma planilha pra gastos, comparada com a receita.
    Só que não consegui baixar nenhuma das duas versões da lista.
    =(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Testei os links e estão funcionando. Para baixar no 4Shared, é preciso fazer o login com alguma rede social ou cadastrar uma conta no próprio 4Shared. Escolha o Free download e espere alguns segundos que vai abrir a janela para baixar o arquivo. Veja se consegue...beijos!

      Excluir

Gerar PDF da postagem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...