verificador pinterest Casa, Coisas e Sabores

segunda-feira, 5 de março de 2018

Pão de queijo fácil para fazer estoque no freezer


É mais fácil comprar o pão de queijo pronto, congelado? Sempre, mas poder colocar o queijo que você quiser, acertar o sal a gosto e saber exatamente o que tem ali dentro são vantagens que compensam o esforço. Que nem é muito. Tinha um saco de polvilho próximo do vencimento - o prazo de vencer é longuíssimo, mas estava quase lá - e precisando fazer algo com ele. E também tinha todo os outros ingredientes, que, na verdade, eram mais dois. Sim, senhores, esta receita de pão de queijo leva três itens. Claro que não é a receita tradicional, é um preparo simplificado e que, garanto, fica muito gostoso! E rende muito. Serviu para o lanche e ainda foram algumas levas para o freezer, para colocar na assadeira e levar ao forno sempre que der vontade de pão de queijo ou quando chegar alguma visita inesperada para um café. Convenci? Já disse que você pode usar o queijo que quiser? Esse pão de queijo deu um pulo na Itália e incorporou o parmesão no lugar do queijo minas. No caso, parmesão brasileiro mesmo.

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Museu de novidades: bolo de fubá cozido


Não lembro como cheguei à receita - provavelmente procurando coisas aleatórias na internet que me levam a outras coisas aleatórias -, só sei que desde então o bolo de fubá cozido se tornou um "must". Já fiz muitas e muitas vezes em pouco tempo e já estava ensaiando trazê-la para o blog, pois é daquelas receitas que valem a pena compartilhar e guardar. O preparo é fácil e rápido e o resultado, surpreendente. Um bolo de fubá bem simples, para acompanhar o café. Aliás, é essa simplicidade de sabor que o torna tão especial. Só não digo que se tornou meu preferido porque acho injustiça com os outros bolos ter que escolher um deles.

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Receita para o Ano Novo: banana pudding que virou pavê de banana


Até nós que amamos cozinhar - especialmente receitas doces - temos nossos dias. E, se tiver que sair sobremesa quando não há tempo ou muita disposição para isso, vai na minha, vai de pavê. É versátil, rápido e todo mundo gosta. As camadas podem ser das mais variadas e o nível de dificuldade também. Eu sei que rolou a piadinha no Natal, mas, se eu fosse você, não perdia a oportunidade do último "é pavê ou pacumê?" de 2017. Por tudo isso, essa é a minha sugestão de sobremesa para o Ano Novo: uma receita que vai ser sucesso e uma singela forma de eu me redimir por não ter publicado nada para o Natal, rs. Mas eu estava de coração tranquilo: há várias receitas de Natal aqui no blog e tinha certeza que elas ajudariam na ceia natalina. Aliás, não deixe de aproveitar o acervo de receitas do blog! Se você for aqui do lado, à direita, na seção Casa em Ordem, vai encontrar algumas categorias com as receitas desses 7 anos de Casa, Coisas e Sabores. E rumo aos 8 anos! Meio aos trancos, mas seguindo do melhor jeito que dá. Dica para a vida, dica para 2018.

terça-feira, 21 de novembro de 2017

Já está entre nós o livro A Química dos Bolos, da Joyce Galvão


Desconfio que o título do livro faz referência não só ao fato de que a Química é uma disciplina que tem tudo a ver com a confeitaria, especialmente, mas à própria confeiteira Joyce Galvão, que é uma verdadeira "química" na forma como lida com sua cozinha. O livro A Química dos Bolos (Ed. Companhia de Mesa) promete desvendar todos os "mistérios" da arte de fazer bolos com suas 30 receitas em 288 páginas. A edição é robusta: tem capa dura e tamanho quase A4, um formato mesmo de livro de referência, daqueles que vão permanecer na sua biblioteca e que você vai consultar sempre.

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Nhoque de batata-doce roxa


O que você aprendeu de novo hoje? Posso dizer que aprendi a usar a “tabuinha” de modelar nhoque. Quer dizer, posso dizer que tentei. Os últimos nhoques ficaram melhores do que os primeiros, então já me dei por satisfeita. Aprendizado não é mesmo um processo? Pelo jeito, nesse caso, estou no meio do caminho. Todo esse esforço cognitivo e manual teve um motivo muito especial: eu tinha batatas-doces roxas em mãos, pela primeira vez na vida. Se era para fazer um nhoque com elas, que fosse na tabuinha. Ainda não sei o nome do utensílio, fica para um próximo aprendizado. (Obs.: receita lacto-ovo-vegetariana).

Gerar PDF da postagem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...