verificador pinterest Casa, Coisas e Sabores: Pudim de claras

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Pudim de claras


Fofinho e muito leve, o pudim de claras é uma opção diferente para fugir do tradicional pudim de leite condensado. Não é que alguém queira fugir do pudim de leite, longe (muito longe!) disso. Mas é que, às vezes, dá vontade de sair da mesmice e fazer algo novo. E, às vezes, você preparou uma receita gigante de pastel de belém e está com 1 milhão de claras de ovo, pedindo para serem usadas. Se você está com claras sobrando, essa receita é uma chance boa de aproveitá-las. Porque somos contra o desperdício, principalmente se a solução for algo doce e delicioso. O pudim de claras também é muito fácil de fazer, o preparo é prático e o procedimento é aquele do pudim que a gente já conhece. Veja a receita a seguir!


O pudim de claras é bem doce, aviso logo. Uma sugestão é preparar o pudim em refratário, sem a calda de caramelo, e servi-lo aos pedaços com uma geleia de maracujá ou calda de chocolate amargo à parte, para "quebrar" um pouco da doçura. Fica bem bom também. Mas a versão que mostro aqui é a clássica, caramelada. Formiguinhas de todo o mundo, uni-vos!

Para ver a receita de pastel de nata, ou pastel de belém, clique aqui. Vai ser a desculpa perfeita para fazer o pudim de claras.

Se preferir, as claras que sobram podem virar também um delicado bolo dos anjos. Clique aqui para ver a receita.

Pudim de claras
(Rende uma forma de bolo padrão, fiz em 2 formas de pudim de 20 cm)

10 claras
1 pitada de sal
10 colheres de sopa de açúcar
Suco de 1 limão (usei siciliano)

Calda de caramelo

1 xícara de açúcar
1/2 xícara de água

Caramelo: misture o açúcar com a água e coloque na forma, levando a mesma à boca do fogão, em fogo baixo. Mexa com moderação. apenas balançando a forma, e deixe o liquido ficar cor de caramelo (cuidado para não queimar). Quando atingir o ponto, tire a forma do fogo e espalhe o caramelo balançando a forma e com a ajuda de uma colher. Reserve.

Bata as claras com uma pitada de sal, até que atinja o ponto de clara em neve com picos firmes (bem durinha!). Vá acrescentando o açúcar aos poucos, colher a colher, sem parar de bater. Acrescente o suco de limão também às colheradas, de pouco em pouco, batendo continuamente. Coloque uma camada das claras batidas na forma, nivele com uma colher e bata a forma contra a superfície. Isso evita bolhas e buracos, por isso vá preenchendo a forma assim, por camadas. Nivele o topo e leve a forma ao forno preaquecido a 150 ºC (baixo), dentro de uma assadeira com água quente, para assar em banho-maria. Deixe por 1h a 1h20, até o topo ficar dourado e o pudim, firme. Retire do forno - vai abaixar um pouco - e espere uns 10 minutos para desenformar. Passe uma faquinha nas laterais, para soltar a borda, e vire decididamente sobre um prato. Tem calda, o prato precisa caber o líquido.

Decorei o pudim, depois de frio, com uva verde, uva rubi e physalis. Uma firula para dar mais cara de final de ano, já que foi uma das sobremesas da ceia de Ano Novo da família.

Confira o post original publicado pelo Casa, Coisas e Sabores: Pudim de claras.

Se você gostou dessa postagem e achou o conteúdo relevante - portanto, que pode ser aproveitado por outras pessoas que estejam procurando sobre esse assunto -, mostre sua recomendação clicando no botão igual a este   localizado no final da postagem

-------------------------------------------------

Para fazer essa receita, consultei o site Panelinha (AQUI) e uma receita da revista Piauí (AQUI).

Um comentário:

O que achou da postagem? Tem mais alguma dica para passar? Ficou com dúvidas? O espaço dos comentários está aberto para todos trocarem uma ideia :)

Gerar PDF da postagem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...