verificador pinterest Casa, Coisas e Sabores: Receitas de Natal: bolos dos anjos ou angel food cake

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Receitas de Natal: bolos dos anjos ou angel food cake


Sabe um bolo tão levinho, mas tão levinho, que parece que você está comendo uma nuvem? O bolo dos anjos - ou angel food cake, como é conhecido na gringa - é angelical o suficiente para estar na mesa de Natal. O nosso ainda ganhou uma cobertura de iogurte que mantém a leveza e ainda traz um pouco de frescor, pois o Natal tropical brasileiro pede coisas leves assim. A massa do angel food cake não leva um pingo de gordura e a cobertura ainda pode ser feita com iogurte desnatado, então quem faz dieta para redução do colesterol agradece bastante. Apaixonei por esse bolo, você vai apaixonar também. Já falei que a receita é fácil? Separe os ovos (muitos!) e mãos à obra!

Tradicional dos Estados Unidos, o angel food cake é um bolo muito leve, que deve sua consistência aerada às claras de ovos batidas em neve. É isso que dá estrutura a nosso bolo e, por isso, essa etapa deve ser realizada com todo carinho e cuidado. Não se preocupe, que a receita vai com os bizus todos! Conta o povo na internet que a receita vem desde os idos do século XIX, quando foi registrada pela primeira vez em livro. Há, inclusive, uma forma especial para fazer o bolo dos anjos (angel food cake pan), já que nosso amigo precisa ficar de "cabeça para baixo" depois que sai do forno. Claro que não tenho essa forma e claro que vai rolar uma gambiarra.

Bolos dos anjos (angel food cake)
(Rende um bolo pequeno, na forma de pudim)

Clique aqui e confira as medidas usadas

6 claras de ovos em temperatura ambiente*
1 pitada de sal
1/2 colher de chá de vinagre branco
2/3 de xícara de açúcar peneirado
1/2 colher de sopa de extrato de baunilha
1/2 xícara de farinha de trigo peneirado

Cobertura
1 pote de iogurte natural
1 colher de sopa de açúcar
Raspas de 1/2 laranja

*Não pode ter um trisco sequer de gemas, separe com cuidado, um a um, derramando em um pote separado a cada vez, e guarde para omeletes os que derem errado.

Em um pote, misture a farinha de trigo com a metade do acúcar. Coloque as claras, o sal e o vinagre na tigela da batedeira e bata em velocidade alta, até formar picos (claras em neve firmes). Sem parar de bater, junte metade restante do açúcar, aos poucos. Baixe a velocidade para o mínimo e acrescente a baunilha e a mistura de farinha de trigo e açúcar, aos poucos, mas rapidamente. Bata apenas o suficiente para misturar, não mais que isso. Forre uma forma de pudim no fundo com uma "rosca" de papel manteiga. Não faça mais nada com a forma, você não vai untar nem enfarinhar. Coloque a massa às colheradas na forma, nivele o topo e leve ao forno preaquecido a 170 ºC por 30 a 35 minutos, até o topo ficar bem corado e, quando você apertar a massa, a cavidade voltar para a posição de antes. Deixe o bolo esfriar de cabeça para baixo, em cima de uma grade ou coisa que o valha. Para desenformar, passe uma faca rente às laterais e ao cone central.
Cobertura: se possível, deixe o iogurte dessorar por 8 horas ou mais dentro de um filtro de papel na geladeira. Misture o iogurte com o açúcar e as raspas de laranja. Sirva com a fatia de bolo.

Para forrar a forma, você vai cortar um círculo de papel manteiga (meça com o fundo da forma) e vai recortar um círculo no centro, formando uma espécie de rosca, para encaixar no furo da forma.



Fiz meia receita da original, em uma forma de pudim, e ainda assim rendeu um bolo de tamanho bem considerável, que dá para umas 8 pessoas. Encheu bem a forma, porque ele cresce. Caso seu bolo não tenha crescido o suficiente para ficar mais alto que a forma, uma grade de resfriamento resolve o problema pós-forno, é só virar o bolo por cima de uma delas. Se você não tem grade ou se o bolo ultrapassou a altura da forma, a solução é apoiá-lo, nas laterais, em cima de 3 ou 4 copos, ou coisas do tipo que sejam da mesma altura. O bolo não pode ficar abafado e os apoios não devem encostar no bolo. Detalhe, os utensílios de apoio devem aguentar calor, nada de usar algo de plástico ou vidro que não vá ao micro-ondas/forno, por exemplo.

Sobraram 6 gemas da receita, confere? Sem desperdício, pois é a conta certa para preparar pastéis de belém (ou pastéis de nata) divinos. Clique aqui e veja como preparar o docinho português.

Confira o post original publicado pelo Casa, Coisas e Sabores: Receitas de Natal: bolos dos anjos ou angel food cake.

Se você gostou dessa postagem e achou o conteúdo relevante - portanto, que pode ser aproveitado por outras pessoas que estejam procurando sobre esse assunto -, mostre sua recomendação clicando no botão igual a este   localizado no final da postagem

----------------------------------------------------

A receita original é ESSA, do blog Chew Out Loud.

Um comentário:

  1. O aspecto passa mesmo a impressão que ficou super leve, essa cobertura é novidade para mim, vou levando a sugestão. bjos

    ResponderExcluir

O que achou da postagem? Tem mais alguma dica para passar? Ficou com dúvidas? O espaço dos comentários está aberto para todos trocarem uma ideia :)

Gerar PDF da postagem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...