verificador pinterest Casa, Coisas e Sabores: Pão Petrópolis (e as famosas torradas)

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Pão Petrópolis (e as famosas torradas)

 

Se você é do Rio de Janeiro e nunca foi à Confeitaria Colombo, resolva esse problema o mais rápido que puder. Uma das (trocentas) atrações da centenária casa é a torrada Petrópolis, que, segundo o site do estabelecimento, é "famosa desde o início do século passado". Fiquei louca quando consegui a receita do pão Petrópolis, que por si só é um dos pães mais saborosos que já fiz. Massa fofíssima e de sabor delicado, casca fina impecável. Transformado nas famosas torradas Petrópolis, é seguir direto para o Rio Antigo e observar os bondes passando pela Rua Gonçalves Dias.



Não sei se a receita desse pão realmente veio de Petrópolis (RJ). A massa leva bastante fermento e não demora nada para crescer - ainda mais com a ajuda do calor que estava fazendo no dia em que preparei o pão. No mais, é um pão que leva ovos (apenas um) e leite, de sabor levemente adocicado e muito suave. Recomendo fortemente que, depois de assado, você corte fatias generosas do pão e faça as famosas torradas Petrópolis (vou dizer como após passar a receita - coisa simples).

Observação: a receita do pão Petrópolis é do programa Mais Você, e a indicação por escrito do preparo quase me deu uma rasteira: indica-se que os 400 g de farinha de trigo são equivalentes a 2 e 1/2 xícaras de chá, e lá fui eu toda pimpona, pois não tenho balança. Pois bem, a massa ficou uma geleca, joguei mais um pouco de farinha e fui para a bancada. Geleca generalizada, só controlada depois de muito mais farinha de trigo. Depois fui procurar saber e descobri que 400 g de farinha são aproximadamente 3 e 1/3 de xícara, mas eu devo ter usado uns 500 g (meio pacote). Fica a dica: 1 xícara contém cerca de 120 g de farinha de trigo.

Pão Petrópolis
(Rende um pão grande, em forma de bolo inglês)

1/4 de xícara de açúcar
3 e 1/3 de xícara de farinha de trigo (aproximadamente)
1 pitada de sal
2 tabletes de fermento biológico fresco (30 g)
1 colher de sopa de manteiga
180 ml de leite
1 ovo
Café pronto e gema, para pincelar

Em um recipiente, misture o açúcar, a farinha de trigo e o sal. Reserve. Em outro recipiente, coloque o fermento esfarelado, a manteiga, o leite e o ovo, misture bem com um fouet. O vídeo da receita mostra colocando a mistura líquida nos secos, mas a receita escrita diz o contrário, foi o que fiz. Enfim, misture os secos com os líquidos e leve a uma superfície. Sove a massa em superfície enfarinhada, até ficar homogênea. Vá salpicando mais farinha de trigo, se necessário. Sove, sove e sove. Aqui, a massa ainda ficou grudando levemente, pois já tinha colocado um monte de farinha. Faça uma bola e deixe descansar (coloquei dentro do forno do fogão, desligado) por 20 min. Modele a massa em forma de rolo, do tamanho da forma de bolo inglês, e passe na farinha.

Preparando a forma: o pão Petrópolis é bem alto. Para conseguir o formato, unte a forma de bolo inglês com manteiga e grude uma tira de papel manteiga somente nas laterais internas. Deixe uma sobra para cima de 10 a 15 cm. Veja a foto (deixei mais sobra, tive de aparar depois):


Acomode o rolo de massa dentro da forma, pincele com a mistura de café pronto (misturei café solúvel com água) e gema, e deixe descansar novamente, até dobrar de tamanho. Nessa, etapa, deixei dentro do forno, por uns 30 min. Leve para assar em forno pré-aquecido, na temperatura de 180º C, por cerca de 30 min. Para não queimar o fundo, coloquei uma assadeira retangular logo abaixo da grade do forno. Após assado, desenforme o pão (sai fácil), retire o papel manteiga da lateral, deixe esfriar um pouco e vamos às torradas.


Preparando as torradas Petrópolis: corte fatias grossas do pão, besunte os dois lados com bastante manteiga e leve à frigideira ou chapa quentes, tostando as fatias dos dois lados. Simples, né? E danado de bom.


Sou completamente apaixonada pela Confeitaria Colombo. Boa comida, itens de cafeteria em um local que exala história por todos os lados. Quer chegar, chegando? Peça o café da manhã ou da tarde completo. Provavelmente você não aguentará comer tudo, mas provará todos os clássicos da confeitaria.


Se você gostou dessa postagem e achou o conteúdo relevante - portanto, que pode ser aproveitado por outras pessoas que estejam procurando sobre esse assunto -, mostre sua recomendação clicando no botão igual a este   localizado no final da postagem


-----------------------------------------------------------

A receita original do Mais Você (AQUI) - atente para a observação sobre a farinha de trigo.

Site da Confeitaria Colombo (AQUI).

Os bondes no Rio de Janeiro antigo (AQUI)

18 comentários:

  1. ...traigo
    sangre
    de
    la
    tarde
    herida
    en
    la
    mano
    y
    una
    vela
    de
    mi
    corazón
    para
    invitarte
    y
    darte
    este
    alma
    que
    viene
    para
    compartir
    contigo
    tu
    bello
    blog
    con
    un
    ramillete
    de
    oro
    y
    claveles
    dentro...


    desde mis
    HORAS ROTAS
    Y AULA DE PAZ


    COMPARTIENDO ILUSION
    ADRI

    CON saludos de la luna al
    reflejarse en el mar de la
    poesía...




    ESPERO SEAN DE VUESTRO AGRADO EL POST POETIZADO DE SIÉNTEME DE CRIADAS Y SEÑORAS, FLOR DE PASCUA ENEMIGOS PUBLICOS HÁLITO DESAYUNO CON DIAMANTES TIFÓN PULP FICTION, ESTALLIDO MAMMA MIA, TOQUE DE CANELA, STAR WARS,

    José
    Ramón...

    ResponderExcluir
  2. Adri esse seu pão fofinho e essas torradas ficaram lindooos!! Dá vontade de morder a tela... humm!! Isso com um chocolate quente ou café do lado..nossa vai longe!! Amei! A Colombro é mesmo especial, tdo de bom!! Beijos Tê

    ResponderExcluir
  3. Salvei a receita e vou te contar: Andei testando algumas receitas do Mais Você e nenhuma deu certo. Por isso desisti! Gosto muito das receitas do Edu Guedes que ficam sempre perfeitas. Mas essa, testada e modificada por você, vou fazer! Ainda mais esse pão delicioso!!
    Boa semana! Beijus,

    ResponderExcluir
  4. Eu sei que meu comentário pode ser suspeito e tal, mas, sinceramente, é o melhor pão que já comi... :-)

    ResponderExcluir
  5. Esse pão esta fazendo o maior sucesso entre as blogueiras né Adri. Realmente ficou lindo e certamente delicioso. Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Adriana, tenho SONHO de conhecer a Confeitaria Colombo!!!
    Só fui 1 vez ao Rio, e ainda a trabalho! Um dia vou de turista e quero conhecer este lugar que deve ser fantástico.

    Esse pão tem cara de fofíssimo! Amo pães. Acho que uma hora vou testar. Tô doida para fazer um pão...rs

    Bjos
    Tania

    ResponderExcluir
  7. Jose, nunca recebi um comentário tão criativo :-) Seja bem-vindo! Beijos.

    Tê, esse pão fica fofíssimo, e as torradinhas só precisam de uma xícara de café com leite, se é que precisam de alguma coisa :-) Beijinho!

    Luma, não costumo fazer receitas do Mais Você, talvez o problema seja na hora de transcrever para o site. Essa do pão, com a quantidade de farinha em xícaras indicada, dá totalmente errado! Só consegui consertar porque tinha vídeo e vi o ponto da massa, senão teria ficado só na raiva, rs. Um beijo!

    Leandro, seu comentário é hipermegasuspeito! Mas tem que ser levado muito em conta e é o maior elogio que posso receber :-) Beijos!

    Josy, acho que o sucesso foi porque realmente fica igualzinho! Essa receita está guardada do lado esquerdo do peito, adoro essas torradas e poder fazê-las em casa é um sonho, rs. Beijinho!

    Tania, quando vier de turista, não deixe de ir à Colombo, é tudo isso que parece ser e um pouco mais! Vale muito a pena :-) É um pão bem simples de se fazer, a forragem da forma é mais "complexa" que o próprio pão, rs. Fica muito fofo, se testar, me conta! Beijo!

    ResponderExcluir
  8. Aff não sei porque estava passando batida com suas postagens, Parabéns blog delicioso.

    ResponderExcluir
  9. Morei tanto tempo por ai e tb não conheci...mas olha, eu adorei a dica das medidas... quem não entende de culinaria , está começando, pega uma receita errada e desiste... Parabéns pea dica, amadinha! Beijo grande, adorei e farei o pão de petropolis para matar a saudade que tenho daí!

    ResponderExcluir
  10. Acabo de fazer a receita, e estava a tempos ensaiando para faze-la. Achei que ficou com gosto/cheiro de fermento biológico. Será que fiz alguma coisa errada, ou é assim mesmo?? Por favor, tire minha duvida. Fiquei tão chateada!! :( ahhaha
    Adoro o blog, é maravilhoso!! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Mayara!
      Então, o pão não fica com gosto forte de fermento, mas, ao mesmo tempo, o fermento é que dá o gosto característico do pão. Penso em 2 possibilidades:
      1 - Será que o pão não assou direito, ficou cru? Isso dá para notar pela textura da massa, não fica totalmente aerado e macio.
      2 - A marca do fermento. Costumo usar Fleischmann, que é a que geralmente encontro, se você tiver usado outra pode ser que tenha sabor forte.
      Foi o que me ocorreu agora que pode ter acontecido. Não desista, viu? Você merece ter torradas Petrópolis fumegantes no café ou lanche Vamos ver se descobrimos o que aconteceu...
      Beijos!

      Excluir
  11. O meu não cresceu tanto (provavelmente, porque usei o fermento biológico seco, que era o que eu tinha em casa), mas ainda assim ficou uma delícia! Obrigada por compartilhar a receita!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Aline! Ainda não testei essa receita com fermento seco, mas, se ficou uma delícia, está tudo certo! Fico feliz que gostou e veio contar ;) Beijos!

      Excluir
    2. Use o fermento biológico seco da Fleichmann, 10 g. É muito mais suave! O sabor! Olhe o prazo de validade que é fundamental. Se sobrar feche bem a embalagem com um pregador e guarde no freezer! Pode usar novamente sem descongelar.

      Excluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Fiz e ficou perfeito. A torrada ficou maravilhosa. A única mudança foi que usei o fermento biológico seco (15g) e bati a massa na batedeira. Os tempos de descanso foram exatos e assou em precisos 30 minutos. Obrigada por compartilhar! Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Telma! Que bom que gostou! Para esse pão, prefiro usar o fermento fresco por questão de sabor, mas com o seco dá supercerto também. Usar batedeira é uma boa, não costumo fazer pq tenho medinho de forçar a minha, rs. Beijos, eu que agradeço o comentário e as dicas :)

      Excluir
    2. Oi, Telma! Que bom que gostou! Para esse pão, prefiro usar o fermento fresco por questão de sabor, mas com o seco dá supercerto também. Usar batedeira é uma boa, não costumo fazer pq tenho medinho de forçar a minha, rs. Beijos, eu que agradeço o comentário e as dicas :)

      Excluir

O que achou da postagem? Tem mais alguma dica para passar? Ficou com dúvidas? O espaço dos comentários está aberto para todos trocarem uma ideia :)

Gerar PDF da postagem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...