verificador pinterest Casa, Coisas e Sabores: Da Itália: tiramissu econômico (e sem ovo)

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Da Itália: tiramissu econômico (e sem ovo)


Depois de fazer a festa com antepastos de beringela, lasanhas, pizzas, ragus e polentas, não pode faltar o tiramissu, clássica sobremesa italiana. Essa espécie de pavê fecha lindamente uma farta refeição tipicamente italiana - farta porque italiana. O que não impede de coroar o fim de qualquer sequência de pratos. O sabor de café e o creme de queijo são característicos do tiramissu, uma combinação que, acredite, casa muito bem em uma sobremesa cremosa, porém leve e fresca, ideal para os paladares que preferem algo menos doce. Essa versão ainda tem o diferencial de não levar ovos, como na receita tradicional, para quem não pode ou não quer consumi-los. Para manter a textura do tiramissu, tem uma dica. Quer descobrir? Vem comigo.


A receita tradicional de tiramissu, além de levar ovo, também leva queijo mascarpone - um queijo italiano cremoso e fresco. Se você quiser/puder utilizar o mascarpone, fique altamente à vontade. Nessa receita, usa-se o cream cheese por ser mais fácil de encontrar e mais barato, além de que substitui o mascarpone sem fazer feio.

O creme de queijo desse tiramissu foi feito de um jeito um pouco diferente do original. Para que ficasse sem ovos e para baratear a receita, fiz uma base cremosa de leite e amido de milho, e ainda acrescentei creme de leite para dar sabor e ajudar a render. Resultado: consegui utilizar apenas 1 pote de cream cheese (150 g) em uma receita para 6 pessoas, sem deixar nada a dever no sabor. Estava procurando uma receita de sobremesa especial para o final de semana? Confira.

Tiramissu parcialmente detonado
Tiramissu econômico (e sem ovo)
(Serve 6 pessoas)

1 pote de cream cheese (150 g)
1 caixa de creme de leite
16 biscoitos champanhe (aproximadamente)
Chocolate em pó

Para a base cremosa
1 xícara de leite
1 e 1/2 colher de sopa de amido de milho (Maizena)
3 colheres de sopa de açúcar

Para a calda de embeber o biscoito
140 ml de água
2 colheres de sopa de café solúvel
1 colher de sopa de cachaça (conhaque, rum, licor ou outra bebida destilada)

Antes de tudo, coloque a caixa de creme de leite no freezer ou no congelador por uns minutos, pois precisa ser utilizado bem gelado. Não pode congelar, ok?
Faça a base cremosa: misture o leite, o amido e o açúcar em uma panelinha, depois leve ao fogo e fique mexendo até formar um mingau. Reserve (deixe esfriar antes de utilizar).
Prepare a calda de embeber o biscoito: misture a água, o café solúvel e a cachaça, coloque em um prato ou pote raso. Reserve. (Se não tiver café solúvel, pode passar um café bem forte usando uns 150 ml de água, no coador ou na cafeteira elétrica, e depois acrescentar a cachaça).
Creme: bata o creme de leite na batedeira por uns 10 min, para que fique bem aerado e encorpado (não ficará como chantilly, apenas um pouco mais espesso), reserve. Misture o cream cheese com a base cremosa de leite. Acrescente o creme de leite batido aos poucos, misturando delicadamente, até tudo ficar homogêneno.
Montagem: molhe o biscoito (sem piadinhas, rs) na calda - um por vez, mergulhando e virando rapidamente - e monte uma primeira camada de biscoitos no fundo da travessa. Por cima, coloque uma camada fina do creme, o suficiente para cobrir os biscoitos. Repita as camadas e termine com uma de creme. Leve à geladeira coberto com filme plástico por umas 2 horas. Na hora de servir, polvilhe chocolate em pó por cima.

Se tiver e/ou quiser, polvilhe o tiramissu com cacau em pó, como se manda, para um sabor ainda mais especial. Só não recomendo usar achocolatado.

Atenção: o biscoito champanhe é bem poroso e absorve bem os líquidos, por isso é importante que a parte de mergulhá-lo na calda seja bem rápida, para o biscoito não ficar molenga. Confesso que prefiro o biscoito maisena para fazer pavês, pois ele se mantém mais firme na receita, o biscoito champanhe já fica bem macio. Para não "avacalhar" mais ainda a receita, fui no biscoito tradicional, rs. E é bem verdade que o biscoito champanhe, por absorver mais, permite que o sabor da calda de café fique bem pronunciada na receita. Mas use o que estiver a mão, sempre (e o biscoito maisena é mais barato).

Se você gostou dessa postagem e achou o conteúdo relevante - portanto, que pode ser aproveitado por outras pessoas que estejam procurando sobre esse assunto -, mostre sua recomendação clicando no botão igual a este   localizado no final da postagem

-------------------------------------------

A receita original é DAQUI. No final do texto, uma das curiosidades é que, reza a lenda, as cortesãs venezianas comiam tiramissu para ter "energia para trabalhar". Faça o que quiser com essa informação.

18 comentários:

  1. Oi Adri, vc acredita que nunca provei tiramissu? Gostei da sua versão, pois eu acho o mascarpone muito caro, e sem ovo melhor ainda. Vou colocar em prática em breve. Bjos um ótimo final de semana

    ResponderExcluir
  2. Adri, tiramissú é uma das minhas sobremesas favoritas. Sempre me da dó de fazer pelo alto $$$ do queijo mascarpone. Adorei essa versão econômica, vou anotar!
    Um beijão e bom fds

    ResponderExcluir
  3. Olá, Adri!Eu nunca fiz tiramissú, exactamente por levar ovos crús, porque me faz muita impressão...Com a tua receita, esse problema está solucionado! Vou testar esta receita no Natal!Obrigada pela partilha!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Adri vim ver a postagem imaginei ver algo com muita gordura, menina que sugestão economicamente falando deliciosa e saudável... vou levando a receita comigo.

    ResponderExcluir
  5. Oi Adri,
    Adorei essa sugestão economica do tiramisu, pois nos tempos atuais economizar é palavra chave.
    Bj,
    Lylia

    ResponderExcluir
  6. Essa mulher está toda italianizada!!!...rss

    Adri, gosto muito de tiramissù. Aliás, adoro pavês. Pena que o mascarpone seja tão caro. Achei recentemente um "tipo mascarpone" produzido aqui no Brasil. Gostei, sabe?! E bem mais em conta, mais ainda só para aqueles momentos ultra-mega especiais...rssss.

    Um beijo,

    Carla Maicá

    ResponderExcluir
  7. Josy, eu tinha provado umas 2 vezes, pois sou meio desconfiada de doces com queijo, rs. Na primeira vez peguei um tiramissu horrível, já da segunda gostei. O mascarpone é caro, nunca tive coragem de comprar, essa receita está mais para meu bico! Rs. Experimenta, você vai gostar :-) Beijos!

    Sandra, já experimentei com mascarpone e fica especial, mas essa não deixa nada a desejar, viu! É uma ótima opção na falta do mascarpone e dos ovos. Beijos!

    Lina, você me lembrou justamente do motivo de eu ter ficado pensando num jeito de tirar os ovos da receita. Não tinha ovos fresquíssimos e não quis usá-los crus, também fico desconfiada com as salmonelas da vida. Beijo!

    Teresa, para atacar de vez a gordura na receita, acho que dá para substituir o creme de leite por iogurte natural batido, e usar cream cheese light e leite desnatado :-) Um beijo!

    Lylia, economizar e não desperdiçar, que não deixa de ser uma economia. E não dizem que quem não tem cão caça com gato? Então, rs. Mas cream cheese é gato siamês! Rss. Beijos!

    Carlinha, seu blog me inspira com os sabores da Itália :-) Aliás, se eu tivesse nascido lá não passaria fome, nunca. Com um "tipo mascarpone" já dá para fazer uma brincadeira, vou procurar por aqui e dar uma olhada no preço (obrigada pela dica!). Beijo!

    ResponderExcluir
  8. Oi Adriana,
    Eu adoro tiramissú, mas o "precinho" do mascaporne não permite fazer a receita com tanta frequência né?! Vou anotar a sua dica com o cream cheese.
    Bjos :)
    Tania

    ResponderExcluir
  9. Adri, esta receita já me conquistou só por ser "sem ovo". Menina! Tenho pavor de cheiro de ovo. rsss E vivo em busca de pudins, mousses etc sem o bendito!
    bj

    ResponderExcluir
  10. Tania, o cream cheese substitui bem, viu. Mas, quando puder, se permita um mascarpone para matar a saudade, rs. Beijos!

    Monica, eu sou meio desconfiada de ovo cru, acho meio "eca", rs. As claras eu até uso cruas se o ovo estiver fresquinho, mas gema crua em receita, pra mim, não dá, rs. Então se joga nessa receita que e boa demais! Tira a bebida alcoólica por causa das crianças :-) Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Também levarei essa receita comigo!
    Bjim
    Léia

    ResponderExcluir
  12. Léia, como sei que você mora na Itália, fico toda boba! Imagino os tiramissus "da fonte", devem ser uma delícia, e você levando a minha receita :-) Um beijo!

    ResponderExcluir
  13. Adri, eu estava procurando uma receitinha de tiramissu econômico e sem ovos. Você acertou na mosca! Adorei a receita.
    Beijinhos
    Fabiola

    ResponderExcluir
  14. Fabíola, que bom que gostou! Essa receita surgiu de dois "problemas": estava com apenas um pote de cream cheese e não fiquei muito "a fim" de usar ovos crus, como a receita pede. A necessidade é a mãe da criatividade :) Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Olá , estou fazendo a receita mas minha dúvida é: a base cremosa qdo esfriou viro um um grude só , não ficou como um mingau , está correto? obrigada e bj

    ResponderExcluir
  16. Oi, Eliane! A base cremosa deve esfriar apenas até ficar em temperatura ambiente, para não ser utilizada "pelando", e ela fica mais firme mesmo depois de fria. Caso fique consistente demais, bata vigorosamente com um fouet (batedor de arame) antes de utilizar que ela fica mais macia. Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Oi, Adriana! Gostei de conhecer tua receita. tão a vontade, Tão livre e independente das tradições =D A substituição do marsala por cachaça me pareceu fantástica!!! E -óbvio- lembrei de minha aventura quando tentei fazer um TIRAMISSÚ PERFEITO, o clássico, como manda o figurino. Se tiver curiosidade veja no meu blog (http://receitasaprovadas.com.br/a-saga-do-tiramisu-chega-ao-fim/ )
    Beijos e bom final de semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Diana, na cozinha tem espaço para tudo, é o que acho! O tiramisu clássico é delicioso, vale muito a pena mesmo, mas preferi trazer algo diferente, gostoso e que servisse para quem tem restrições (alimentares ou orçamentárias, rs). Que bom que gostou! Beijos.

      Excluir

O que achou da postagem? Tem mais alguma dica para passar? Ficou com dúvidas? O espaço dos comentários está aberto para todos trocarem uma ideia :)

Gerar PDF da postagem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...