verificador pinterest Casa, Coisas e Sabores: Blogagem coletiva: juventude

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Blogagem coletiva: juventude

A quarta fase da Blogagem Coletiva Fases da Vida sugeriu a juventude como tema. Lembrando a fase anterior – sobre a adolescência –, fiquei pensando no que muda de lá para cá, já que me considero uma “jovem adulta”, rs.

Muda muita coisa na vida, isso é bem claro, mudam as responsabilidades, o emprego, muda de casa, muda de país, muda seu olhar diante da vida. Se na adolescência estamos descobrindo as coisas, na juventude, consolidamos algumas escolhas e preferências. Consolidar pode parecer uma palavra forte, mas o processo a que me refiro não é nada estanque. Essa consolidação é transformação, aprendizado, um somar de coisas que leva ao desenvolvimento.

E um dos "consolidares" de minha juventude é a culinária. Desde as primeiras aventuras - pouquíssimas vezes bem sucedidas -, passando pela coleção de receitas em forma de livros, revistas e um acervo digital que fica cada vez mais gigante, posso dizer que conheço o assunto um pouco mais hoje do que ontem. E menos do que amanhã.

Minhas mãos de cozinheira solam menos bolos, sovam mais pães - coisa que morria de medo de fazer -, e seguem cada vez menos as receitas, coisa que a segurança maior (ou insegurança menor) de já ter feito várias coisas, várias vezes, me permite fazer. Arriscar mais. OK, nem sempre dá certo, mas fica o aprendizado e a vida na cozinha segue.

Não pensem que sou "a" cozinheira! Sou amadora, no melhor sentido de quem ama o que está fazendo e adora fazer para os que ama.

A foto mostra uma pequena parte do meu "bauzinho" de receitas, as revistinhas que ficam mais à mão.

Baú - Vanessa da Mata

Sabe de uma coisa Seu,
Vou lhe jogar no meu baú,
Vivo e mágico,
Com as coisas boas que tem lá,

Os meus desenhos herméticos
As palavras de Dalai Lama
Quem sabe você adora
Quem sabe se transformará

Meu bauzinho de memória
Os meus livrinhos de receita
Quem sabe se sensibiliza
Quem sabe se transformará

[...]

---------------------------------------------------------

Para conferir as outras participações da BCFV, veja o blog Publicar para Partilhar.

17 comentários:

  1. Olá, querida
    Em primeiro lugar: fiz o bolo de cenoura ontem... não resisti... ficou uma delícia... parabéns pela receitinha básica!!!

    "Essa consolidação é transformação, aprendizado, um somar de coisas que leva ao desenvolvimento".
    Bárbaro!!!
    O meu consolizador maior foi ser mãe... a cozinha também me encantou (herança genética)...
    ser mestra...
    Vc focou pontos básicos que adoçaram o nosso dia de hoje... Muito bom!!!

    "O verde só vinga com o Orvalho de Hermon, nas Montanhas do Sião".

    Que o seu dia a dia seja amortecido pela força da juventude que habita em vc!!!
    Bjs juvenis e de paz

    ResponderExcluir
  2. Adri, minha coleção de receitas está extrapolando e quando penso não seguir mais blogs de culinária é compulsivo, já vou seguindo. Sua blogagem está perfeitamente escrita. Como eu queria escrever assim! rsrsr! Amo escrever. obrigada pelo comentário, viu? Meu abraço!

    ResponderExcluir
  3. Orvalho, vamos passando por várias consolidações ao longo da vida, né? Deus me permita ficar velhinha e consolidando coisas...
    A receita do bolo de cenoura é famosa na internet, tive que testar e botar a boca no mundo para dizer o quanto é boa :-)
    Sua doce visita é sempre um calorzinho no coração. Beijos!

    Maria Luiza, pelo seu exemplo, imagina onde vou parar, também não sei, rs. Obrigada pelo elogio e pela visita! Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Amei o se texto e adorei os versinhos.Adoraria me esconder neste bauzinho.Sabe, eu considero uma arte a cozinha; ou um laboratório arte.E tem coisa melhor do que preparar com muito amor o que nos irá alimentar?! Você está de parabéns.bjs

    ResponderExcluir
  5. Um resfriadinho chato me tirou do trabalho hoje a tarde, entao vou aproveitar para visitar e comentar as coletivas! Depois da uma passadinha la na minha participacao! Bjo

    ResponderExcluir
  6. Soninha, que bom que gostou! Cada um tem um bauzinho onde guarda suas memórias ao longo da vida. O meu já está abarrotado de receitas, hehe. O seu deve ter lindos textos e um cafezinho do bom :-) Beijos!

    Ana, que o resfriado sirva para algo de bom, então :-) Sua postagem está linda, anos 80! Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Quando casei quase não cozinhava nada, mas fui enveredando pela necessidade, passando pelo prazer em fazer determinadas coisas e aprendendo a cada dia.
    Uma das coisas boas da vida é a possibilidade de aprender todos os dias e tentar crescer, evoluir.
    Quantas coisas vencemos até chegar onde estamos! E quantas ainda temos que vencer!
    Grata por juntar-se a nós nessa coletiva mais uma vez.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  8. Oi Dri.
    Pois é o aperfeiçoamento vem da prática e na juventude consolidamos algumas preferências, vc escolheu a culinária com certeza sai muuuuuita coisa boa aí. Bela participação. Bjs.

    ResponderExcluir
  9. acertou é o marido..obrigada pela visita...beijos

    ResponderExcluir
  10. Adri, não resisti e fui conferir a música da Vanessa, não conhecia e gostei muito, vi esse link
    http://www.youtube.com/watch?v=B-Oqc0z1B-w,
    Agradeço a partilha do texto e da música.
    Bjuss!

    ResponderExcluir
  11. A cada dia aprendemos um pouco, tiramos lá e colocamos aqui.E melhor ainda é aprender com os demais....
    Paz e bem

    ResponderExcluir
  12. Adri,

    Realmente a juventude é uma mudança. Cada um de nós a vivemos de uma forma, mas é sempre a juventude.
    Não conheço a música, mas vou ouvir. Gosto muito da Vanessa da Mata.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Também consolidei a culinária na minha juventude. É tão bom e sabe ainda melhor :)

    ResponderExcluir
  14. Oi, Gina! Eu que agradeço o esforço das organizadoras da blogagem, é um momento muito legal de troca de impressões, informações. Beijos!

    Esplendor, e praticar não é a parte mais gostosa de cozinhar? Até porque eu também adoro comer, hehe. Um beijo!

    Mariazinha, eu sabia! Rs. Eu que agradeço te ter por aqui :-)

    Rachel, sou suspeita porque adoro as músicas da Vanessa da Mata, as letras e o compasso tem um quê de cantigas do interior que me agrada muito. Obrigada pela visita!

    Bel, aprender uns com os outros é o que de mais rico há nessa vida! Beijos!

    Lucinha, bem-vinda ! O legal dessa blogagem é ver que, apesar das semelhanças, cada um tem sua própria experiência em relação à juventude. Um beijo!

    Ameixa, então você me entendeu bem no que escrevi, pois consolidamos na mesma época a mesma paixão :-) Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Adri, vc encontrou uma palavra ótima para definir essa fase: consolidar. De fato, primeiro conhecemos coisas, depois experimentamos e escolhemos a melhor. Penso q é a fase mais sofrida, são muitas mudanças. Quanto à cozinha, admiro quem tem a sua facilidade. Sou dependente das receitas até hoje. Muita paz!

    ResponderExcluir
  16. Olá ADRI,

    adorei a escolha da palavra consolidar. Perfeita!

    Tudo se vai consolidando em nós, tudo se vai transformando dentro do baú das memórias, e a segurança ocupará seu espaço, não só na culinária, como no todo, entre reflexões herméticas...

    Fantástico o paralelo com a culinária :)
    Sua participação trouxe-me um gostinho especial dentro das que já li até aqui.
    Beijinhos,
    Rute

    ResponderExcluir
  17. Denise, ainda sou fã das receitas também, até porque sempre acabo aprendendo algum preparo ou combinação nova. Beijos! Obrigada pela visita :-)

    Rute, sempre fico pensando no que escrever para participar da blogagem, dessa vez parei para refletir mais sobre o que a fase representa. Relatei minha experiência, mas acho que muitos se identificaram, e essa é a beleza da partilha :-) Um beijo!!

    ResponderExcluir

O que achou da postagem? Tem mais alguma dica para passar? Ficou com dúvidas? O espaço dos comentários está aberto para todos trocarem uma ideia :)

Gerar PDF da postagem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...