verificador pinterest Casa, Coisas e Sabores: Levar marmita para o trabalho: pode e deve!

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Levar marmita para o trabalho: pode e deve!


Se você tem vergonha de levar marmita para o trabalho, acha que é coisa de operário, atestado de pobreza ou qualquer outra babaquice dessas, beijo para você, não sabe o que está perdendo em manter essas ideias preconcebidas e um tanto preconceituosas. Cuidar em casa do que você vai comer ao longo do dia é uma ótima maneira de garantir uma alimentação balanceada, saudável e higiênica. Acredite, seguir com o dia de trabalho passando mal por causa de algo que se comeu no almoço não é muito bom. É verdade que muitos não têm a opção de levar marmita, diante da falta de estrutura no local de trabalho - alô, empregadores! Mas, se o seu emprego dispõe de pelo menos geladeira e micro-ondas, não perca a oportunidade de ter todos os dias a comidinha do/a cozinheiro/a mais dedicado/a e cuidadoso/a do mundo: você.


Por quê?

1. Porque é saudável: fazendo boas escolhas e montando seu próprio cardápio do almoço previamente, é mais fácil garantir uma refeição balanceada e fugir do pastelzinho frito do buffet ou da feijoada de sexta-feira.
2. Porque é higiênico: é certeza absoluta que você preparou sua comidinha com as mãos bem lavadas, ingredientes frescos e bons para o consumo, tudo bem limpo. Na rua, eu não garanto.
3. Porque é econômico: segundo uma pesquisa da Assert, o preço médio da refeição no Rio de Janeiro é de R$ 26,17. Nem sempre o valor diário do vale-refeição que o trabalhador recebe cobre totalmente esse custo e pagar almoço todo dia não tá fácil para ninguém. É só fazer as contas, com o que você gasta por mês almoçando fora dá para fazer uma boa compra de supermercado e ainda sobra.
4. Porque é light: fazendo boas escolhas e montando seu próprio cardápio do almoço previamente, é mais fácil fugir do pastelzinho frito do buffet ou da feijoada de sexta-feira (beijo, feijoada, te amo!).
5. Porque é cômodo: você não enfrenta restaurante cheio, não pega fila para entrar, não pega fila no buffet, não pega fila para pagar. É um estresse. Quem trabalha/trabalhou no Centro do RJ sabe do que estou falando.
6. Porque é produtivo: evitando todos os perrengues e filas, você consegue fazer sua hora de almoço render muito mais. Dá para almoçar e aproveitar o tempo que sobra para ler, ir ao banco ou relaxar um pouco antes de voltar ao trabalho.


Nos locais de trabalho que têm estrutura para o funcionário levar a refeição de casa, o ideal é que ele possa optar por receber um vale-alimentação no lugar do vale-refeição, para poder comprar no supermercado os itens de que precisa para preparar o almoço. Trabalhei anos em um local que - depois de muita briga - montou uma copa/cozinha para que os funcionários pudessem fazer suas refeições. Apesar de ser comilona, tenho o estômago muito sensível e ainda estava em tratamento de gastrite. Foi incrível como parei de passar mal depois que passei a levar o almoço de casa. Além disso, era daquelas de ter sempre algo de comer na bolsa. Confira alguns truques que aprendi com a experiência:

- Recomendo usar um pote de vidro com tampa no lugar de pote de plástico para acondicionar seu almoço. Acho mais higiênico, mais fácil de lavar e o vidro não pega cheiro.
- Eu aproveitava o jantar do dia anterior para levar o almoço do dia seguinte. A comida recém-preparada ia ainda quente para o pote de vidro e daí para a geladeira.
- Tenha uma bolsinha térmica para transportar sua comida até o trabalho. Se você deixou o almoço na geladeira, ele deve sair daí para a bolsa térmica e, chegando no trabalho, direto para a geladeira de novo.
- É essencial levar a salada em um pote separado dos outros alimentos, para que as folhas não murchem e porque o resto da comida irá ao micro-ondas para esquentar. Seque muito bem as folhas e vegetais frescos da salada, isso garante que estarão em bom estado na hora do almoço.
- Não acho recomendável usar alimentos "problemáticos" na marmita, como ovos, maionese, queijos, creme de leite. Evite.
- Salada de folhas com cenoura ralada ou de vegetais cozidos são ótimas opções. Quanto mais sequinho ficar, mais garantido que não ficará murcho com o tempo.
- Para temperar a salada, compre uma garrafinha pequena de azeite ou de molho pronto para salada e deixe no trabalho, assim você só tempera a salada na hora de comer e, mais uma vez, garante que não fique murcho.
- Arroz, feijão, bife, peito de frango, farofa são itens clássicos do almoço nosso de cada dia e que se comportam muito bem no processo de armazenar, transportar e esquentar a marmita.
- Cuidado com alimentos com molho na hora de transportar, a tampa do pote deve vedar bem.
- Pratos únicos são uma mão na roda. Escondidinho (AQUI),  risoto (AQUI), arroz cremoso (AQUI), massas com molho (AQUI). Leve uma salada verde para acompanhar e pronto!
- Um sanduíche reforçado às vezes salva. O pão de forma integral é mais saudável e se comporta muito melhor que o pão branco na hora de fazer um sanduíche para guardar. O Polenguinho é ótimo, pois não precisa ser armazenado na geladeira. Peito de peru ou presunto também se comportam bem. Não coloque nenhum vegetal muito úmido, alface e cenoura ralada bem secos são ótimos. O processo de transporte é o mesmo da marmita: geladeira - bolsinha térmica - geladeira do trabalho.

Você tem mais dicas sobre como preparar, armazenar ou transportar sua amada marmita de todo dia? Compartilhe seus truques nos comentários :)

Se você gostou dessa postagem e achou o conteúdo relevante - portanto, que pode ser aproveitado por outras pessoas que estejam procurando sobre esse assunto -, mostre sua recomendação clicando no botão igual a este   localizado no final da postagem

----------------------------------------------------

A fonte da pesquisa sobre preço médio da refeição é a Associação das Empresas de Refeição e Alimentação Convênio para o Trabalhador (Assert). Tem os preços para todo o Brasil, confira AQUI.

Veja AQUI vários modelos de marmitas.

13 comentários:

  1. Perfeito esse post Adri, vou passá-lo para minha filha que depende de marmitas no seu dia a dia. Completo e muito oportuno nos dias de hoje. Gostei muito. Bjocas ótima semana

    ResponderExcluir
  2. Adri querida, concordo plenamente contigo! Marmita é tudo de bom!
    Hoje em dia tá mais "na moda", até porque as pessoas buscam melhorar a qualidade de vida, né?
    Primeiro que marmitar sai bem mais em conta que comer todo dia fora, segundo que a gente nunca sabe a procedência do que come por aí, né?
    Fazendo em casa, a gente sabe exatamente, e ainda pode balancear tudo.
    Amei este post!
    Linda semana pra ti!
    Bjos
    Vero

    ResponderExcluir
  3. Dri,
    Ótimo texto !!! Apoio total à marmita !!
    Bjs
    Lívia

    ResponderExcluir
  4. Adorei as suas dicas.
    Durante mt tempo trouxe marmita pra o trabalho. De um tempo pra ká ndo preguiçosa e meio enjoada das minhas comidas.
    Mas qd voltar com certeza suas dicas serão mt úteis.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Adri querida a receita que postei são para 4 pessoas, mas a que fiz foi dobrada, foi para 9 pessoas, 1 kilo de feijão com a quantidade das carnes da para 9 a 10 pessoas tranquilo ta?? Bjocas

    ResponderExcluir
  6. Josy, também levei marmita por muito tempo, adorava e sempre estava procurando informações, tomara que seja útil para sua filha. Obrigada também por esclarecer minha dúvida :) Beijinho!

    Vero, Marmita é bom, barato e tá na moda, você resumiu tudo, rs. Um beijo!

    Lívia, agradeço o apoio! Rs. Por aqui está mais que apoiado também :) Suas marmitas profissionais são o sonho de consumo de todo marmiteiro <3 Beijo!

    Iraluiza, às vezes dá vontade mesmo de comer uma comida diferente. O que eu fazia era aproveitar o jantar para levar no outro dia, aí não tinha nenhum trabalho extra de cozinhar para a marmita. Quem sabe você não se anima de novo :) Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Adoro a ideia de comer de forma mais saudável, o fato de ser mais barato e cômodo só ajuda! Rsrs.
    Queria algumas dicas sobre alimentos congelados, vejo muitas amigas que congelam as refeições da semana e depois levam pro trabalho, por não terem tempo de cozinhar todos os dias.
    Mas sempre fico na dúvida sobre o que colocar e quanto tempo dura cada alimento no congelador ou geladeira, também sofro de estomago sensível! Rsrs.
    Você sabe algumas dicas?
    Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mariana! Para quem tem estômago sensível, a melhor coisa é preparar sua comida, garantia de não passar mal com comida da rua, rs. Não sou muito experiente em congelamento de refeições, costumo mais congelar ingredientes que servirão para cozinhar depois e sopa, do resto não sei muito. Indico fortemente para você ler esse post do blog Pitéu, que acho um dos mais bem explicadinhos que já encontrei sobre congelamento: http://piteu-cozinhafetiva.com/2011/06/08/congelamento-do-amor-da-serie-o-amor-e-a-comida/
      Espero que ajude! Beijos.

      Excluir
  8. adorei o post,me tira uma duvida quero acabar com o sofrimento do meu amor,ele leva marmita pro trabalho so que estou preocupada que 90% das vezes ele come fria ele nao tem como esquentar,pois trabalha na rua e nao tem um microondas e uma geladeira . me ajude em como posso ajudar ele .bjus. valeria do blog byvaleriasantana.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Valeria! Sem geladeira e micro-ondas fica mais difícil mesmo. Se ele tiver acesso pelo menos a tomada, tem o recurso da MarmiQuent que o pessoal usa muito (www.marmiquent.com.br), é um aquecedor elétrico, funciona! Aí ele levaria a comida em uma bolsa térmica (sai da geladeira direto pra bolsa), tomando os cuidados de não levar os alimentos delicados, que estragam fácil. Caso não tenha nem tomada, aí o ideal é levar comida que não precise esquentar, saladas com massa, com grão de bico, lentilha...fica uma salada reforçada. Aqui no blog tem receitas. Espero que ajude! Beijos.

      Excluir
  9. Olá, amei todas as receitas. mas no meu caso, não tenho onde esquentar, vc mandar algumas receitas que não precisem esquentar para comer?

    ResponderExcluir
  10. Olá, amei todas as receitas. mas no meu caso, não tenho onde esquentar, vc mandar algumas receitas que não precisem esquentar para comer?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Amine! Saladas reforçadas, com massa e grãos são ótimas para esse caso. Coloque a salada bem gelada na bolsa térmica. Aqui no blog tem algumas receitas, só procurar nos posts de salada. Evite molhos cremosos ou ingredientes muito perecíveis e tá tudo certo :) veja só: saladas

      Excluir

O que achou da postagem? Tem mais alguma dica para passar? Ficou com dúvidas? O espaço dos comentários está aberto para todos trocarem uma ideia :)

Gerar PDF da postagem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...