verificador pinterest Casa, Coisas e Sabores: Fondue de queijo com shitake

terça-feira, 19 de julho de 2016

Fondue de queijo com shitake


O tempo esfria e a gente só consegue pensar em coisas gostosas e quentes. Digo e repito: ter uma "minilareira" com comida quente em cima da mesa é bom ou é ótimo? Pois essa é a mágica da fondue. Essa é de queijo e leva um toque a mais que fez toda a diferença. O funghi deu um sabor incrível à receita de um jeito muito simples. Providencie pão - e vinho, recomendo com força, fé e foco - e é tudo o que você precisa para acompanhar a fondue. Batata, couve-flor e brócolis cozidos, além de tomatinhos, também acompanham bem. Aproveite!


Fondue de queijo com shitake
(Rende 2 porções)

150 g de queijo emmental
150 g de queijo gruyére
3/4 de xícara de vinho branco
1 dente de alho
1 pitada de noz moscada ralada
1 colher de chá de amido de milho
1 colher de sopa de kirsch*
30 g de funghi seco

*Essa bebida - um destilado de cereja - é muito difícil de encontrar. Geralmente as pessoas substituem por conhaque. Nessa receita eu usei vinsanto, mas pode usar a bebida destilada que quiser. Já usei até cachaça!

Coloque o funghi para hidratar no vinho branco por cerca de 30 min. Passado esse tempo, pique-o e reserve. Reserve o vinho também, meça o líquido e complete com mais vinho, se precisar, até chegar a 3/4 de xícara. Eu costumo fazer o fondue em uma panela comum no fogão e só depois passo para a panela de fondue. Coloque os queijos ralados e o vinho, leve ao fogo baixo e vá mexendo até o queijo derreter e obter um creme. Junte o amido de milho, dissolvido antes e um pouquinho de água para evitar que empelote. Vá mexendo, vai engrossar um pouco. Acrescente a noz moscada e o kirsch. Junte o funghi picado e deixe por uns 3 minutos, mexendo sempre. Passe metade de um alho nas paredes internas da panela de fondue, coloque o creme de queijo dentro e acenda o fogareiro. Sirva com pão italiano - ou outro de casca firme -, batatinhas e outros vegetais cozidos. Pão francês dormido (amanhecido) é ótimo para tal.

Dica de harmonização com vinho: sim, fondue pede vinho! Já é sabido e notório que sou leiga no assunto harmonização, meus conhecimentos são bem superficiais. Sendo assim, uma dica singela que passo e que deu supercerto comigo é acompanhar essa fondue de um vinho tinto Cabernet Sauvignon. Se for um vinho envelhecido brevemente em barril, um pouco mais encorpado, cai melhor ainda.


Quando você vai derreter os queijos com o vinho, no começo pode ficar uma maçaroca. Já fiz fondue algumas vezes em que os queijos não fundiram bem e fiquei até o fim com uma parte separada da parte líquida. O amido de milho ajuda a corrigir, em parte, esse problema, mas também acho que a qualidade dos queijos influencia muito. Em todo caso, fogo baixinho e vá mexendo com paciência, geralmente se forma primeiro uma maçaroca de queijo e depois aquela "bola" começa a se misturar com a parte líquida e formar um creme homogêneo.

Confira o post original publicado pelo Casa, Coisas e Sabores: Fondue de queijo com shitake.

Se você gostou dessa postagem e achou o conteúdo relevante - portanto, que pode ser aproveitado por outras pessoas que estejam procurando sobre esse assunto -, mostre sua recomendação clicando no botão igual a este   localizado no final da postagem

--------------------------------------------------

A ideia para acrescentar o funghi veio de uma receita que guardei do restaurante Era uma Vez um Chalezinho, cujo link, infelizmente, não está mais no ar. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou da postagem? Tem mais alguma dica para passar? Ficou com dúvidas? O espaço dos comentários está aberto para todos trocarem uma ideia :)

Gerar PDF da postagem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...