verificador pinterest Casa, Coisas e Sabores: Frango do Beluga

sábado, 16 de outubro de 2010

Frango do Beluga

Você quer almoçar algo leve, saudável, para não "estufar" a barriga e poder entrar naquele vestido para a festa logo mais à noite? Essa receita definitivamente não é para você.

A ideia era reproduzir um frango que eu e marido comemos no Beluga, mas, na época, os ingredientes não vinham especificados no cardápio e o restaurante não tinha site. Só restava então tentar deduzir, pelo sabor, quais seriam os elementos daquela alquimia.

Depois de algumas idas ao restaurante, para poder estudar o prato (mentira, era para comer mesmo), fiz minha adaptação da receita para poder reproduzir em casa algo que ficasse parecido.

Tudo é ridiculamente simples. E fica estupidamente gostoso. Fora que "dá pinta" de receita elaborada, quando se quer fazer uma graça na cozinha, mas não se dispõe de tempo ou de ingredientes pouco comuns.

Sabe aqueles filés de peito de frango que jazem no congelador? Tempere - meu tempero é básico: sal, pimenta do reino e molho inglês, use seu tempero básico também -, frite na frigideira ou coloque no grill, até ficar bem douradinho, e reserve.

Frite uns cubinhos de bacon - falei que não era light - e depois escorra em papel toalha, para ficar sequinho. Reserve.

Faça um molho com maionese, mostarda amarela e alho amassado/picado. Reserve.

Em uma travessa, coloque os filés de frango no fundo, deite o molho sobre eles e salpique o bacon com cima.

Arremate com fatias de muçarela (é com ç mesmo, estranho) e leve ao forno em temperatura média, apenas pelo tempo de gratinar (derreter o queijo e dar aquela leve queimadinha, para ficar aqueles nacos de queijo crocante, nham).


Para acompanhar, arroz branco e batata palha. Sirva-se à vontade, jogue fora o jeans 38 e seja feliz.

--------------------------------------

As quantidades dependem do número de filés, que depende do número de pessoas e da fome. Para os que ficam perdidos sem as quantidades, com 6 filés, usei 1/3 de xícara de bacon frito, 5 colheres de sopa de maionese, 2 colheres de sopa de mostarda e 4 dentes de alho. Comprei 200g de muçarela e deu para cobrir com folga, fazendo camada dupla. Em verdade, vos digo: fica tudo à gosto. Mais bacon para os magros/ousados, mais mostarda para acentuar esse sabor, mais ou menos alho para deixar mais ou menos picante.

Atualmente, o site do Beluga traz o cardápio e consta como ingrediente da receita, além dos mencionados acima, champignon. O molho original é o honey mustard, mas acho que isso foi mudança posterior, pois não lembro de ter sabor agridoce, enfim. Deve ficar bem bom.

8 comentários:

  1. Dri, eu e o Sandro tb adoramos o Beluga, consegui pesquisando na internet, é claro!! a receita da batata rostie e da costela ao molho barbecue, modesta parte ficou uma delícia... Agora estava mesmo querendo tentar esse frango. Depois te conto. Um beijo seu blog está uma graça.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Val! Você bem que podia me passar essas receitas da batata e da costela, hein! Receita testada e aprovada é muito mais garantida, rs. Faz mesmo o frango e depois me conta. Beijo!

    ResponderExcluir
  3. Tô passando! A Batata não me lembro de onde tirei mas a costela foi do blog do Edu Guedes.

    Bata rostie
    Peguei 4 batatas grandes, descasquei e coloquei-as numa panela, cobrindo-as com água.
    Assim que abriu fervura, marquei 7 minutos e desliguei o fogo.
    Retirei-as com uma escumadeira, esperei esfriar, levei-as para a geladeira por algumas horas até certificar-me que elas estavam bem frias. Então passei-as por ralo grosso. Juntei tambem uma vasilha com agua salgada, untei uma frigideira pequena à média, e fui molhando as mãos na água salgada que além de facilitar o manuseio da batata, salga ao mesmo tempo. Fui colocando batata o suficiente para cobrir o fundo da frigideira. Deixei as bordas livres. Então coloquei fatias de mussarela e presunto intercalando e a última camada de batata, sempre molhando as mãos na água salgada e prensando a batata.
    Peguei outra frigideira também untada, tampei e levei ao fogo médio. Dourando um pouco de um lado, virando e dourando do outro. Depois comprei uma frigideira dupla já com encaixe, elaborada pra se fazer omeletes, agora só faço com ela.
    Nesse meio tempo, abrí e coloquei um fiozinho de azeite, para além de ajudar a dourar dar um saborzinho a mais. Aí foi só dourar bem e servir.
    Olha, não perde pro Beluga. A costela é super fácil, fica pronta em duas horas e meia, fica crocante e deliciosa só substituí o vinho por suco de limão (o Arthur detesta o cheiro que o vinho deixa na comida) e o molho ficou maravilhoso! Só maneirei na pimenta!!

    Dri não sou muito boa na internet, tenho fotos da batata que vc vai gostar, se quiser passo pro seu email tá?
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Humm, Val, show essa receita, hein! Eu tenho uma frigideira dupla, vou tentar fazer.
    Manda a foto para mim? O e-mail do blog é o casacoisasesabores@gmail.com
    Beijo!

    ResponderExcluir
  5. Hummmm... deu uma vontade de passar no beluga!!! hehe Que delicia!!! Você deve estar uma cozinheira de mão cheia heim Dri!!!

    ResponderExcluir
  6. Pekita, sem essa de passar no Beluga, leve o Beluga para sua casa! Rs. Eu tenho que tomar vergonha na cara e te chamar para uns comes e bebes aqui em casa...receita para fazer não falta! Beijo!

    ResponderExcluir
  7. Oi querida, voltei só pra dizer que o frango fica uma delícia, fiz e todo mundo aprovou lá em casa. Amei!!!!!!
    Vc tá de parabens.
    Beijo

    ResponderExcluir
  8. Que bom que o pessoal gostou, Val! Sua receita da batata também está fazendo sucesso. Um beijo!

    ResponderExcluir

O que achou da postagem? Tem mais alguma dica para passar? Ficou com dúvidas? O espaço dos comentários está aberto para todos trocarem uma ideia :)

Gerar PDF da postagem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...