verificador pinterest Casa, Coisas e Sabores: Abril 2012

segunda-feira, 30 de abril de 2012

Receber bem: dicas para um bom anfitrião

O ritual oficial da visita: dividir um gostoso cafezinho (imagem: sxc.hu)
Os donos e donas de casa sabem como é gostoso - e algumas vezes inevitável, rs - receber a visita da família e dos amigos ou hospedá-los por algum tempo. Gentileza, um lugarzinho para dormir, casa limpa e arrumada são alguns dos itens que não podem faltar a quem quer receber bem em casa, seja por algumas horas ou por alguns dias. Li em algum lugar que o bom anfitrião é aquele que disponibiliza tudo o necessário e o bom hóspede é aquele que não usa nada. Confira algumas dicas para fazer com que todos se sintam em casa, mesmo que o lar doce lar seja seu.

Pode esquecer essa chatice de etiqueta, regras e padrões ABNT. O objetivo aqui não é ditar nada nem ensinar ninguém a ser "fino". Elegante mesmo é se preocupar com o bem-estar do outro, cada um a seu jeito e de acordo com suas possibilidades. As dicas são para ajudar quem recebe a deixar seu convidado confortável e à vontade. Afinal, não é esse o papel do bom anfitrião? O único risco é de seu convidado não querer ir embora :)

1. A visita chegou, tira ou não tira (o sapato)?

Assunto polêmico. Eu detesto andar descalça. Na casa dos meus pais, tenho um chinelo de borracha que uso quando estou lá, assim posso deixar meu sapato do lado de fora sem ter que colocar o pé no chão. Nem sempre isso acontece. Na minha casa, usamos chinelo de borracha e sapato que veio da rua não entra. Mas acho o fim da picada fazer as visitas andarem descalças. A dica então é ter alguns chinelos de borracha daqueles baratinhos - limpos e novos - para dar a quem chega na sua casa. Ou desencanar e deixar para limpar o chão depois, nada de pedir para ninguém tirar o sapato. Fica bem legal colocar alguns pares de chinelo em uma cesta ou caixa e mantê-los perto da entrada, assim já fica subentendido. Em casa que tem crianças, que costumam rolar no chão, acho legal quem chega tirar os sapatos - com ou sem chinelos das visitas.

2. Itens de emergência para hóspedes esquecidos

Mantenha alguns itens de higiene pessoal e de uso individual para oferecer a visitas que vão dormir e esqueceram algum item ou no caso de necessidades inesperadas. Compre e mantenha guardados uma escova de dentes de modelo básico, um frasco de sabonete líquido - que mais de uma pessoa pode usar -, um pente simples e um desodorante spray sem perfume. Essa aprendi com minha mãe. Você pode ir com a roupa do corpo e passar 1 mês na casa dela, tranquilamente. Tenha também um jogo de cama novo e limpo, uma toalha de banho e outra de rosto novas e limpas. Separando lençóis e toalhas só para visitas você garante que eles estarão sempre novos - pois terão pouco uso - e prontos para o uso. Para quem recebe visitas com crianças, ter um pacote de lenços umedecidos e um frasco de xampu infantil "cabelo e corpo" é o supra-sumo do bom anfitrião.

3. Farmacinha básica

Produtos para machucados e cortes (gaze, esparadrapo, band-aid, antisséptico tópico e pomada para queimaduras), pomada para contusões e dores musculares, analgésico, antiespasmódico e antiácido (como sal de frutas) são o básico de uma farmacinha doméstica e quebra o maior galho, principalmente quando a dor aparece de madrugada, por exemplo. Inclua no kit um termômetro. Hipoglós, Minancora, Vick e soro fisiológico são itens que tem que ter, e não ganhei nada para falar isso. Ter esse kit é útil para você e para quem você receber.

4. Hábitos alimentares

Algum dos seus convidados tem alguma alergia ou segue dieta especial? É sempre bom procurar saber, as alergias alimentares são cada vez mais comuns. Mesmo que você não use, tenha sempre adoçante em casa - para os diabéticos ou pessoas em regime de emagrecimento. Incluir sempre uma salada bem elaborada nas refeições que for oferecer é saudável e garante que vegetarianos não fiquem de fora. Servir frutos do mar como prato principal é sempre um risco, muita gente tem alergia. Ofereça sempre um segundo prato com frango ou carne como alternativa quando for servir frutos do mar. Todo mundo gosta de sobremesa com chocolate, certo? Nem sempre. Uma opção de doce com frutas é um plus para agradar a todos. Se vai hospedar alguém por um tempo, procurar saber e comprar coisas que sua visita gosta de comer é muito gentil e fofo.

5. Crianças, adoráveis e bagunceiras

Outro assunto polêmico. Criança mexe, suja, faz bagunça. O ideal é que os pais da criança orientem seus pimpolhos desde cedo e controlem suas crianças para que não façam auê na casa dos outros. Esse é o melhor dos mundos, mas sabemos que nem sempre acontece. Se for para se estressar só de pensar na bagunça das crianças alheias, nem convide. Se for para passar bons momentos ao lado de pessoas que tem filhos um pouco...humm...incontroláveis, deixe sua casa "à prova de crianças": guarde bibelôs, objetos frágeis ou de valor sentimental, espalhe mantas pelas cadeiras e sofás, retire tapetes e guarde-os para preservá-los de manchas. Tenha alguma coisa para distrair crianças: um DVD infantil (Galinha Pintadinha rules), livrinhos de colorir, gibis. Acho do fundo do coração que são os pais que devem pensar nisso, ficar de olho nas crianças e trazer coisinhas para distraí-las, mas somos anfitriões precavidos e fofos.

Você é um anfitrião fofo e precavido, costuma receber visitas e já tem seus truques para fazer essa coisa toda dar certo? Compartilhe nos comentários seus truques e dicas para ajudar essa que vos escreve e quem mais passar por aqui :)


Se você gostou dessa postagem e achou o conteúdo relevante - portanto, que pode ser aproveitado por outras pessoas que estejam procurando sobre esse assunto -, mostre sua recomendação clicando no botão igual a este   localizado no final da postagem

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Bolo pão de mel


Começo a postagem com uma declaração bombástica: não gosto de pão de mel. "Então por que raios essa mulher foi fazer um bolo pão de mel?", pensa você. Porque, procurando uma receita de bolo nos meus arquivos, me deparei com o bolo pão de mel e percebi que nunca - eu disse nunca - tinha comido um pão de mel caseiro, só desses industrializados. Resolvi pagar para ver e agora posso mudar a frase do início: não gostava de pão de mel. Além do óbvio mel, esse bolo leva especiarias várias, são muitos toques especiais. Nada de conservantes, aromatizantes, sabores artificiais. Gosto de pão de mel, de pão de mel de verdade.

O cheirinho desse bolo assando só não é melhor que o sabor. Quer dizer, fico na dúvida. Deviam vender aromatizador de ambientes com cheiro de pão de mel assando. Sabor intenso de mel e especiarias, úmido, macio, cheiroso. Lindo, tesão, bonito e gostosão. O gosto é mesmo de pão de mel, mas é delicado, é diferente. Faça um bolo pão de mel na assadeira retangular (é só dobrar a receita), esparrame uma calda de brigadeiro por cima e corte em quadradinhos. E nunca mais toque em um pão de mel que venha em embalagem lacrada.

Bolo pão de mel
(Rende uma forma de bolo inglês)

1 ovo
1 colher de sopa de manteiga
1/2 xícara de açúcar mascavo
1 e 1/4 de xícara de farinha de trigo
1/4 de xícara de chocolate em pó
1/2 xícara de leite
1/4 de xícara de mel
1/2 colher de chá de café solúvel
1/2 colher de chá de canela em pó
1/2 colher de café de noz moscada ralada
1 colher de sopa de bebida alcóolica (usei um licor de chocolate)
1/2 colher de sopa de fermento químico para bolo

Na batedeira ou à mão - como fiz -, bata o ovo, a manteiga e o açúcar, até obter um creme homogêneo. Junte a farinha de trigo, o chocolate em pó e o leite, e misture bem. Acrescente o mel, o café, a canela, a noz moscada e a bebida, bata até formar um creme consistente e liso. Coloque o fermento e apenas misture, só para incorporar. Leve ao forno médio-baixo (pré-aquecido) por 20 a 30 minutos. Fique de olho e faça o teste do palito para saber quando está assado.

A receita original também pede 1/2 colher de chá de cravo em pó, mas eu não tinha, não usei e não senti falta. Também recomenda usar conhaque, mas outras bebidas alcóolicas destiladas, como licor, rum e até cachaça, funcionam numa boa.

Confira AQUI várias dicas para fazer um bolo perfeito: teste do palito, como lidar com o fermento, temperatura do forno...


Se você gostou dessa postagem e achou o conteúdo relevante - portanto, que pode ser aproveitado por outras pessoas que estejam procurando sobre esse assunto -, mostre sua recomendação clicando no botão igual a este   localizado no final da postagem


----------------------------------------------------------

A receita original era da revista do finado supermercado Sendas. O site publicava as receitas de cada edição e eu guardei uma receita de guirlanda de Natal (feita com bolo pão de mel) no computador. Assim como a marca, o site e a revista, o link da receita não existe mais.

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Frango com curry e iogurte


Variar o frango de todo dia é uma necessidade para quem quer reduzir o consumo de carne vermelha e apostar na carne branca. Comer frango é saudável - frango à passarinho não vale -, barato e pode ser muito gostoso, lançando mão dos nossos amados molhos e temperos. O frango com curry e iogurte tem uma "pegada" indiana, é bem temperado e faz uma festa de sabores no seu almoço/jantar. Com os ingredientes à mão, o preparo é muito fácil e rápido. De acompanhamento, um arroz branco é tudo de que você precisa. Quem disse que uma refeição diferente e gostosa não pode ser prática?

Uma dica que é quase um mantra: se você não tiver absolutamente todos os temperos indicados na receita na sua cozinha, não se acanhe nem desista da empreitada. O curry é a base, mas os outros temperos podem ser suprimidos ou substituídos, com resultado tão bom quanto. . Após a receita, deixo algumas sugestões. Dica de amiga: no caso dos temperos, mais é mais, tenha variedade, pois são aliados na cozinha. Você não precisa ter marido, mas precisa ter temperos, muitos.

Frango com curry e iogurte
(Rende duas porções)

1/2 peito de frango em cubos grandes
2 colheres de sopa de óleo
1 copo de iogurte natural (170 g)
1 folha de louro
2 cravos-da-índia
1 rodela de gengibre picado
1 colher de café de grãos de coentro
1 colher de chá de curry
1 colher de chá de páprica picante
1 colher de chá de cebolinha fresca picada
Sal

Em uma panela ao fogo, esquente o óleo e junte o louro, os cravos-da-índia, o gengibre e o coentro. Deixe "fritar" alguns segundos e acrescente o frango. Frite os cubos de frango até ficarem cozidos e dourados. Acrescente o curry e a páprica, misture bem e deixe o frango fritar mais um pouco nesses temperos. Coloque sal a gosto. Junte o iogurte e deixe apenas esquentar um pouco, sem ferver. Finalize com a cebolinha picada e sirva com arroz branco.

O mais difícil da receita é ter todos os temperos na despensa, porque o preparo é muito rápido e intuitivo. Basicamente, é misturar tudo na panela ao fogo. Não sou muito dada a planejamento prévio na cozinha: difícil rolar uma marinada por aqui. No entanto, deixar os cubos de frango marinando no iogurte com os temperos por 1 hora (dentro da geladeira) dá um plus no sabor. Na hora de preparar, retire o frango da marinada, doure os cubos no óleo e acrescente o molho da marinada ao final do preparo, sem ferver.

Em vez do cravo-da índia, use canela em pau. No lugar da páprica picante, pode entrar a páprica doce e pimenta calabresa (ou não). A cebolinha pode ser substituída por salsinha ou coentro - que também pode entrar no lugar dos grãos de coentro.

Se você gostou dessa postagem e achou o conteúdo relevante - portanto, que pode ser aproveitado por outras pessoas que estejam procurando sobre esse assunto -, mostre sua recomendação clicando no botão igual a este   localizado no final da postagem


------------------------------------------------------------------

Quer saber mais sobre temperos? Conhecê-los é muito útil na hora de fazer substituições. O blog Aromas e Sabores tem uma seção só para nossos amados temperinhos, confira AQUI.


terça-feira, 24 de abril de 2012

Dia das Mães na doceria

Passando bem rápido para te convidar a conhecer as embalagens especiais - renda e pérola - da doceria Casa, Coisas e Sabores para o Dia das Mães. Passa lá! Tem produto em promoção :)



Já tinha contado no Facebook e no Twitter, mas aproveito para mostrar aqui também: a receita do joelho (italiano, mistinho) levou queijo gruyère e peito de peru como recheio e rendeu minijoelhinhos deliciosos! É só cortar tiras menores de massa. Uma receita rendeu seis joelhinhos, não muito "inhos", rs. Confira a receita do joelho AQUI.



Se você gostou dessa postagem e achou o conteúdo relevante - portanto, que pode ser aproveitado por outras pessoas que estejam procurando sobre esse assunto -, mostre sua recomendação clicando no botão igual a este   localizado no final da postagem

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Tortinha de maçã brûlée


Acredite, é mais difícil escrever "brûlée" do que fazer essa receita. Uma massa doce muito básica, um creminho leve de maçã e um toque caramelizado de açúcar. A tortinha de maçã brûlée é leve, fácil de preparar e ainda ganha ares de sobremesa especial com a finalização que faz a diferença - uma casquinha de açúcar tostada e crocante. Não tem maçarico culinário? Junte-se a mim, de colher em punho, que vou te mostrar que dá certo e você pode ter seu brûlée assim mesmo.


Tortinha de maçã brûlée
(Rende 5 tortinhas)

Creme
2 maçãs pequenas picadas sem casca e sem miolo
3 colheres de sopa de açúcar
3 colheres de sopa de água
Suco de meio limão
1/2 xícara de leite
2 colheres de sopa rasas de amido de milho (maisena)

Massa
1/2 pacote de biscoito maisena
3 colheres de sopa de manteiga
1 colher de café de canela

Açúcar para finalizar

Creme: leve a maçã ao fogo baixo com o açúcar, o suco de limão e a água até que a fruta esteja bem cozida. Triture a maçã ainda na panela (fora do fogo) com o mixer ou bata no liquidificador. Volte com esse purê ao fogo e junte à panela o amido de milho dissolvido no leite. Mexa alguns minutos, até formar um creme grosso. Reserve.
Massa: triture o biscoito no processador, no liquidificador ou socando com um pilão. Junte a manteiga ao biscoito triturado e misture com as mãos, até formar uma farofa úmida que possa ser moldada. Forre forminhas com fundo falso (ou faça em uma forma grande) com a farofa, pressionando bem com os dedos para cobrir o fundo e as laterais. Leve as forminhas com a massa ao forno médio preaquecido por 10 min por 5 a 10 min, só para dar uma coradinha de leve.
Montagem: preencha a massa nas forminhas com o creme de maçã, nivelando até o topo da forminha com uma colher. Coloque punhados de açúcar em cima de cada tortinha e caramelize com as costas de uma colher quente. Leve à geladeira antes de servir (ou não).


Para triturar o biscoito com o pilão, coloque o biscoito em pedaços dentro de uma saco plástico para congelamento, feche a abertura segurando com as mãos e bata os biscoitos com o pilão.

Para caramelizar com a colher: escolha uma colher velhinha ou compre uma barata para esse fim. é interessante que tenha o cabo de madeira ou de plástico, para que não esquente onde você vai segurar. Acenda uma das bocas do seu fogão e pouse as costas da colher sobre a chama. Quando estiver bem quente, encoste as costas da colher sobre o açúcar do topo da tortinha. Faça isso enquanto a colher estiver quente. Volte com a colher para a chama do fogão e repita o processo. Entre uma "encostada"e outra da colher nas tortinhas, vá limpando as costas da colher com papel toalha. Paciência é uma virtude.


Se você gostou dessa postagem e achou o conteúdo relevante - portanto, que pode ser aproveitado por outras pessoas que estejam procurando sobre esse assunto -, mostre sua recomendação clicando no botão igual a este   localizado no final da postagem


-------------------------------------------------

ESSE creme de maçã e pera também é uma opção de sobremesa leve, gostosa e fácil.


quarta-feira, 18 de abril de 2012

Abóbora assada


Esse é um acompanhamento muito fácil de se fazer, saudável e que acompanha lindamente carnes grelhadas, bife, frango assado. E você ainda foge da mesmice das batatas, utilizando a abóbora de um jeito diferente, prático e gostoso. A receita da abóbora assada não requer quase nenhuma habilidade na cozinha - talvez o mais "difícil" do processo seja o corte da abóbora, dura à beça, mas ensino a técnica -, pode levar os temperinhos que quiser e é uma delícia, daquele jeito que as coisas simples sabem ser.

Não sei se é o mais recomendado, mas, como o consumo é pequeno, compro sempre o pedaço da abóbora. Assim fica mais fácil avaliar se a abóbora é da boa ou não. Pego os pedaços mais espessos e de cor laranja bem forte, coloração uniforme, sem manchas, vejo se as sementes estão bem presas à polpa e rezo para não ser "aguada". Se a abóbora estiver fechada, a reza é mais forte ainda. Dicas são muito bem-vindas nos comentários.

Na receita, as quantidades são a gosto, use o tanto de abóbora que quiser/tiver. Os temperos devem ser suficientes para sua quantidade de abóbora. Deixo a sugestão do quanto eu usei de cada item, apenas para dar uma ideia.

Abóbora assada

500 g de abóbora em cubos grandes (com casca)
4 colheres de sopa de azeite
1 colher de café de chimichurri
1 colher de café de molho de pimenta
Pimenta do reino

Em um recipiente, misture bem o azeite, o chimichurri, o molho de pimenta e a pimenta do reino. Com as mãos, "lambuze" cada pedaço de abóbora com a mistura de temperos, cobrindo-os bem. Coloque os pedaços com a casca para baixo em uma assadeira e leve ao forno médio por 40 a 50 minutos, até os pedaços ficarem bem assados, com as pontinhas do topo torradas. Acredite: o sal não faz falta nenhuma nessa receita, nem precisa acrescentar.

O chimichurri é um tempero seco argentino que reúne vários ingredientes e combina muito com assados e grelhados. Ele pode ser encontrado em supermercados, mas, na falta, coloque orégano e pimenta calabresa.

A abóbora é um bicho duro de cortar, principalmente para as fracotes como eu. Uso sempre com a casca, o que facilita o trabalho de cortar. Se for para purê, cozinho com casca e retiro depois de cozida. Nesta receita, a casca fica bem assadinha, crocante, é um pecado não comer com casca e tudo. Para cortar os cubos de abóbora: com uma faca grande, marque uma linha em cima da polpa, enfie a ponta da faca bem no meio dessa linha e baixe o restante da faca, em um movimento de alavanca. Gire o pedaço e faça o mesmo na outra metade da linha marcada. Assim, você terá uma "tira" grossa de abóbora. Corte os cubos a partir dessas tiras fazendo o mesmo movimento de alavanca com a faca.


Se você gostou dessa postagem e achou o conteúdo relevante - portanto, que pode ser aproveitado por outras pessoas que estejam procurando sobre esse assunto -, mostre sua recomendação clicando no botão igual a este   localizado no final da postagem

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Bife acebolado com molho de vinho


Essa é a história (feliz) de um entrecôte à moda de Bordeaux que virou bife acebolado com molho de vinho. A essência dos ingredientes do entrecôte estão no bife, já que é uma combinação de sabores muito acertada, mas a preparação privilegia a praticidade, tudo de que alguém com poucos minutos para fazer o almoço/jantar precisa. Vamos deixar de "bordeaux" e fazer um bife acebolado aromático e saboroso, com um toque daquele vinho tinto que você guarda para cozinhar?

Para essa receita, usei bifes de coxão mole, que é o corte de carne bovina que costumo comprar, mas você pode utilizar o corte que está acostumado(a) a escolher para fazer bife. A mistura de vinho com a cebola e as ervas resulta em um molho de sabor incrível. Esqueça o bife sem graça, e sem muito trabalho. Seguindo essa receita, em poucos minutos você transforma o que seria um bife simples em um prato especial.

Bife acebolado com molho de vinho
(Rende duas porções)

2 bifes de coxão mole (ou o corte da preferência)
1/2 cebola em rodelas
2 colheres de sopa de manteiga
Azeite
1 colher de café de tomilho seco
1 colher de café de salsinha desidratada (ou 1/2 colher de sopa da fresca)
1/2 xícara de vinho tinto
1 colher de café de farinha de trigo
Sal e pimenta do reino

Aqueça 1 colher de manteiga com um fio de óleo em uma frigideira e frite os bifes (dicas do bife perfeito AQUI), temperando-os com sal e pimenta do reino. Retire os bifes e reserve-os em uma travessa. Junte a colher de manteiga restante ao "sujinho de bife" que ficou na frigideira. Acrescente as cebolas e deixe que cozinhem por uns 2 minutos, mexendo sempre. Coloque o tomilho e a salsinha, mexa, e acrescente o vinho misturado com a farinha de trigo. Mexa bem e deixe o molho reduzir um pouco, coisas de alguns minutos, até ficar mais encorpado. Regue os bifes reservados com esse molho e sirva.


Se você gostou dessa postagem e achou o conteúdo relevante - portanto, que pode ser aproveitado por outras pessoas que estejam procurando sobre esse assunto -, mostre sua recomendação clicando no botão igual a este   localizado no final da postagem


--------------------------------------------------------

Essa receita foi livremente e preguiçosamente adaptada do "Entrecôte à moda de Bordeaux" do livro Mestre-cuca Larousse (Larousse do Brasil, 2007).


domingo, 15 de abril de 2012

Blogagem coletiva: desencanto

Imagem: Zsuzsanna Kilian (sxc.hu)
O molho empelotou
O bolo que estava bonito dentro do forno, coitado, murchou
O feijão não rendeu
O arroz? Queimou
O bife ressecou
A pimenta apimentou (demais)
O pudim, esse não desenformou
A beringela amargou - que amarga vida!
Desalento, desencanto
Disque pizza.

(Poeminha baseado em fatos reais)

Essa é minha participação na segunda fase da Blogagem Coletiva Amor aos Pedaços (BCAP), que nesta etapa propôs que os participantes falassem sobre o desencanto. Quem nunca foi ao supermercado todo pimpão, comprou os ingredientes para a receita do almoço/jantar especial, imaginou aquela coisa linda saindo da cozinha direto para a mesa de jantar e, após alguns minutos de forno ou fogão, viu seu sonho de refeição ruir feito castelo de areia? Quem nunca?

Deixo ESTE link com dicas de como consertar alguns desastres culinários. Porque para tudo há conserto, até para coração partido :)

Se você gostou dessa postagem e achou o conteúdo relevante - portanto, que pode ser aproveitado por outras pessoas que estejam procurando sobre esse assunto -, mostre sua recomendação clicando no botão igual a este   localizado no final da postagem


-----------------------------------------------------

Confira algumas dicas (AQUI) do blog para fazer as coisas darem certo, do bolo à limpeza.

Para conferir as outras participações da BCAP, visite os blogs Publicar para Partilhar, Luz de Luma ou Espiritual-idade.

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Bolinho de bacalhau de forno




Bolinho de bacalhau dourado por fora, cremoso por dentro, sem mergulhar no óleo. Pode isso, Arnaldo? Não só pode como não é nenhum bicho de sete cabeças - afinal, nem cabeça o bacalhau tem. Esse bolinho de bacalhau é assado no forno e fica sequinho. Optando por usar o bacalhau que já se compra dessalgado, o trabalho diminui drasticamente e a receita fica prática, pois há também uma dica vapt-vupt para as batatas. Esse bolinho de bacalhau foi feito com base na receita do Mercado Municipal de São Paulo. Quem já provou garante que é coisa fina.

Quem acompanha o blog há algum tempo já sabe que frituras por imersão não passam por aqui. Além de não serem opções muito saudáveis, acho que fazem uma sujeira danada na cozinha (veja AQUI como eliminar cheiro de fritura), não considero um bom custo X benefício. Não vou ser hipócrita de dizer que não como esse tipo de fritura, sob o risco de ser flagrada por algum leitor com uma coxinha na mão em uma lanchonete (só no final de semana, minha mãe deixa!). Mas, em casa, prefiro levar ao forno em vez de fritar, sem dúvida. A verdade é que a maioria das receitas fritas dá para fazer no forno e elas ainda ficam bem gostosas, pense nisso.

Bolinho de bacalhau de forno
(Rende cerca de 12 bolinhos médios)

250 g de bacalhau dessalgado
2 batatas médias
4 colheres de sopa de azeite
2 colheres de sopa de amido de milho (maisena)
2 dentes de alho amassados
1 colher de sopa de salsinha picada

Cozinhe o bacalhau em água com sal e, depois de cozido, desfie a carne. Regue o bacalhau desfiado com 2 colheres de azeite e deixe descansando.
Cozinhe as batatas no micro-ondas como ensinei AQUI. Neste caso, como as batatas eram maiores, ficaram 8 minutos. Como não são cozidas mergulhadas na água, as batatas não ficam "encharcadas", resultando em uma massa mais seca e firme. Depois de cozidas, retire a casca e amasse as batatas.
Junte as batatas amassadas ao bacalhau desfiado que tinha sido reservado, misture bem. Acrescente o amido, o alho, a salsinha e as 2 colheres de azeite restantes. Misture tudo muito bem. Passe um pouco de azeite nas mãos e faça bolinhas (ou charutinhos) com a massa. Coloque os bolinhos em uma assadeira (forre com papel alumínio e unte com azeite) e pincele-os um a um com azeite. Leve ao forno médio por 30 a 45 minutos, até ficarem dourados.

Espere os bolinhos amornarem um pouco antes de retirá-los da assadeira, pois eles saem meio molengas e vão firmando depois de um tempo. Se grudarem um pouco - o papel alumínio ajuda nesse caso -, use uma colher para retirá-los. Os bolinhos ficam bem cremosos por dentro, com uma casquinha bem fina.

Achei que o bacalhau dessalgado perde um pouco no sabor, mas, em nome da praticidade, considero que vale a pena. A receita original indica uma proporção bem maior de bacalhau na receita. Acabei usando um pedacinho que tinha, então fique à vontade para aumentar a quantidade.


Se você gostou dessa postagem e achou o conteúdo relevante - portanto, que pode ser aproveitado por outras pessoas que estejam procurando sobre esse assunto -, mostre sua recomendação clicando no botão igual a este   localizado no final da postagem


--------------------------------------------------

A receita que usei de base é ESSA. Alterei um pouco as quantidades e não usei o ovo, nem senti falta dele.

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Batata recheada (baked potato) de micro-ondas


Ah, o micro-ondas, esse equipamento maravilhoso que não serve só para esquentar o prato de comida que você guardou na geladeira! Em tese, quase todo prato pode ser preparado no micro-ondas, mas nem todos ficam totalmente excelentes. A batata recheada, estilo baked potato, é uma das delícias que ficam ao alcance das mãos bem mais rápido se o aparelho for utilizado. Em menos de 10 minutos - juro! - você consegue batatas recheadas simples. Nada impede de incrementar a receita e vou dar algumas sugestões. Afinal, com essa receita, o tempo sobra.

Essa receita serviu de acompanhamento para duas pessoas, por isso usei duas batatas inglesas pequenas e o tempo de micro-ondas que indico na receita foi adequado para essa quantidade. No link que indico no final da postagem, a culinarista Evelin Duarte recomenda o tempo de 8 a 12 minutos (programe o menor tempo e fique de olho, pois varia de forno a forno) para 800 g de batatas.

Batata recheada (baked potato) de micro-ondas
(Rende duas porções)

2 batatas inglesas pequenas
Recheio sugerido: 2 colheres de sopa de queijo gorgonzola picado

Preparando as batatas: deixe-as inteiras, com casca, e lave-as bem em água corrente e com a ajuda de uma escovinha.
Faça um corte em cruz na "barriga" das batatas e espete-as várias vezes com um garfo. Coloque as batatas de barriga para cima em um refratário de vidro e leve-as ao micro-ondas por 6 minutos. Se você tiver uma tampa própria para micro-ondas, nem duvide em usar, pois salpica. Na metade do tempo - ou seja, após 3 minutos -, vire as batatas de barriga para baixo e deixe o resto do tempo. Verifique com um garfo se elas estão bem cozidas e, se necessário, deixe mais 30 segundos ou 1 minuto. Aumente o corte das batatas, se precisar, e pressione as duas extremidades para dentro, para abrir o meio da batata. Você pode cavar ou não antes de colocar o recheio.
Recheio: coloquei cubinhos de queijo gorgonzola e levei ao forno comum até o queijo derreter. Só fiz isso porque já estava com o forno ligado de outra receita. Pode levar para derreter no próprio micro-ondas, se o seu aparelho tiver a função grill, melhor ainda!

Batata não tem "barriga", foi só para facilitar a explicação, rs. A receita em si é ridícula - olha a "lista" de ingredientes -, o pulo do gato é o modo de preparo. Você pode colocar um naco de manteiga no interior da batata quente, salpicar ervas etc. Recheios mais elaborados podem ser preparados no fogo, mas bacon e linguiça podem ser "fritos" no próprio micro-ondas, é só picar, colocar em refratário de vidro forrado com papel toalha e cobrir com aquela tampa para micro, senão é gordura para todo lado.

Sugestões de recheio:
- Queijo minas e tomate em cubinhos (o calor da batata já vai aquecer o recheio, pode colocar direto)
- Bacon ou linguiça picadinhos com cebola, fritos no micro-ondas
- Creme de frango, feito no fogo
- Cave a batata com uma colher, amasse esse recheio e misture com manteiga e creme de leite ou requeijão, polvilhe sal. Volte com o recheio para dentro da batata e salpique salsinha.
- Presunto ou peito de peru com requeijão.

As possibilidades de recheios são infinitas e a hora é boa para aproveitar sobrinhas que estiverem na geladeira. Diz aí nos comentários, o que você colocaria dentro da batata?


Se você gostou dessa postagem e achou o conteúdo relevante - portanto, que pode ser aproveitado por outras pessoas que estejam procurando sobre esse assunto -, mostre sua recomendação clicando no botão igual a este   localizado no final da postagem


-------------------------------------------------------

O vídeo (AQUI) do Dia Dia com a Evelin Duarte mostra um preparo pouca coisa diferente. Tirei dele a maior parte das dicas, como furar com garfo. Ela ainda ensina a fazer no micro um recheio de salame delícia.

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Dica para eliminar cheiro de fritura e afins


Se você tem uma daquelas coifas maravilhosas, pode parar por aqui, que seu problema já está resolvido. Mas se o caso é de uma cozinha às vezes pouco ventilada, muito próxima dos outros cômodos da casa - algo fácil de acontecer quando se mora em um imóvel pequeno -, a dica é para você. Em muitos casos, nem precisa fazer alguma fritura na cozinha, algo cozido ou assado é o suficiente para todos da casa saberem o que sairá da cozinha e (delícia) não sentirem saudade do jantar na hora de dormir, ao deitar com o cheiro de carne aromatizando todo o quarto. Com um truque muito simples, você elimina o cheiro de fritura e afins da casa e ainda deixa um aroma bom pela casa.

Esqueça os aromatizadores em spray do supermercado. Já tentaram camuflar o cheiro de fritura com esses produtos? É o odor de gordura com aquele cheiro artificial se espalhando por toda a casa, horrível. Após fazer fritura ou algo que deixe odor forte (peixe, molhos etc.), siga essa dica: coloque para ferver em cerca de meio litro de água alguns pedaços de canela em pau junto com algumas unidades de cravo-da-índia. Altamente recomendável colocar também uma casca de laranja ou de limão. Deixe em fogo baixo, fervendo lentamente, para o vapor espalhar o cheirinho bom. O objetivo é que fique um "chá" bem concentrado das especiarias. Enquanto a infusão está no fogo, pode deixar as portas da casa abertas, o cheirinho que fica depois é delicioso.

Lembrete importante: se você fez fritura mesmo, limpe os azulejos de trás do fogão - se for o caso - e o próprio fogão (de leve) com um pano umedecido em água com vinagre, para não deixar a gordura que sobe com os vapores do cozimento impregnada nas superfícies.

-----------------------------------------------------

Após um "inverno" que nem foi tão longo, os produtos de palha italiana voltam com força total. Um novo site já está no ar e a novidade é que a loja renasce como um braço do Casa, Coisas e Sabores. Assim, quando você vir qualquer produto Casa, Coisas e Sabores saberá que é feito com o mesmo carinho, cuidado e dedicação que faço as receitas para minha família, todas as delícias que aparecem por aqui :)


A palha italiana individual, a palha italiana cremosa e a marmita de palha italiana estão em novas padronagens de tecido, confira! E fique de olho nas redes sociais da doceria Casa, Coisas e Sabores, assine o feed do novo site, para ficar a par das novidades e dos novos itens que aparecerão por lá. 

Se você gostou dessa postagem e achou o conteúdo relevante - portanto, que pode ser aproveitado por outras pessoas que estejam procurando sobre esse assunto -, mostre sua recomendação clicando no botão igual a este   localizado no final da postagem

sábado, 7 de abril de 2012

Feliz Páscoa!


Passando rapidinho para desejar a você uma feliz Páscoa! E para lembrar que o almoço especial e os chocolates fazem parte da festa, pois é celebração...celebração da vida, da vida que vence a morte e que é renovação. Seguindo o exemplo de Jesus Cristo, vamos nascer para uma nova vida, deixar morrer tudo que não faz bem e cultivar o que é bom para que nasçam a alegria, a prosperidade e o amor :)

Feliz Páscoa! Que você possa celebrar a data com muita alegria!



Se você gostou dessa postagem e achou o conteúdo relevante - portanto, que pode ser aproveitado por outras pessoas que estejam procurando sobre esse assunto -, mostre sua recomendação clicando no botão igual a este   localizado no final da postagem

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Presente barato de Páscoa: barra de chocolate decorada


Você quer aprender a montar um presente barato e bem fácil para dar na Páscoa? Chega mais, que essa sugestão não requer habilidades culinárias, apenas um pouco de habilidades motoras - de leve. Aproveite as promoções (às vezes as Lojas Americanas oferecem preço especial na compra de várias unidades) e compre algumas barras de chocolate das grandes, da marca que mais gostar, roube - assim fica mais barato - retalhos de tecido e fitas de cetim da mãe ou da avó e veja a seguir como fazer um presente bonito a baixo custo. O segredo do sucesso é fazer tudo com muito capricho. O carinho vai de bônus - ou é o principal presente?

Barra de chocolate decorada

Materiais:

1 barra de chocolate grande (170 g ou 180 g)
1 quadrado de tecido de 30 X 30 cm
Cerca de 45 cm de fita nº 2 ou nº 3
Tesoura
Fita adesiva







Depois de reunir os materiais, vamos à "difícil" execução:


1- Posicione a barra de chocolate no centro do tecido e cubra-a totalmente com a parte inferior do pano, deixando meio centímetro de sobra. Fiz esse passo mais para medir o tecido e chegar à metragem final para passar a você, dá tranquilo para começar direto no próximo passo. 
2- Desvire o tecido dobrado (carregando junto a barra de chocolate), ou já posicione a barra na parte inferior do tecido com a sobra recomendada, e dobre as laterais do pano sobre o chocolate, ajustando bem. 
3- Vire a barra de chocolate com o tecido para cima, como mostrado na foto. 


4. Dobre as pontas da parte superior do tecido, como se fosse um envelope. Tenha o cuidado de fazer as dobras por cima da sobra de tecido de meio centímetro. 
5- Feche a aba do envelope e dobre o final da ponta para dentro, prenda com fita adesiva por toda a extensão da ponta. 
6- Envolva a barra pelo centro com fita de cetim, unindo as duas pontas com um pedaço de fita adesiva. 
7- Faça um laço chanel (deixo um link abaixo ensinando) e prenda-o em cima da emenda da fita de cetim, com fita adesiva.

Prontinho! Um presente de Páscoa barato e fácil de fazer. Se você quiser, pode deixar o chocolate só com o papel alumínio, quando a marca escolhida vier com ele, mas ressalto que o papel externo é uma proteção extra ao tecido caso o chocolate venha a derreter um pouco. Nos passos que envolvem a fita de cetim, você também pode usar cola de tecido ou cola quente no lugar da fita adesiva.


Se você gostou dessa postagem e achou o conteúdo relevante - portanto, que pode ser aproveitado por outras pessoas que estejam procurando sobre esse assunto -, mostre sua recomendação clicando no botão igual a este   localizado no final da postagem


-----------------------------------------------------------

Veja AQUI como fazer o laço chanel.

terça-feira, 3 de abril de 2012

Sobre a palha italiana


Pessoal, tive problemas com a utilização do nome "Dolceteria", pois já havia uma marca bem parecida registrada. Para evitar problemas judiciais, terei que mudar o nome. Diante disso, o site www.dolceteria.com.br foi retirado do ar. Um novo site estará disponível, quando o novo nome estiver definido.

Como o Facebook não permite alteração do nome de página, terei que abrir uma nova. Em relação ao Twitter, ele continuará temporariamente aberto em @dolceteria, mas a foto foi alterada e o nome está como "Adriana". Mais para frente, um novo Twitter será criado também.

Temporariamente, os pedidos podem ser feitos através do e-mail de contato do Casa, Coisas e Sabores: 

casacoisasesabores@gmail.com

Os produtos estarão sem tags e adesivos de identificação, para que não se configure a utilização da marca. Depois dessa rasteira (rs), terei que começar tudo de novo - tomando mais cuidados, dessa vez - e espero anunciar os próximos passos aqui em breve!  

Com isso, resolvi encerrar o prazo para participar do sorteio do kit com palha italiana cremosa e palha italiana individual, tanto no Facebook quanto no Twitter. O sorteio será feito amanhã (dia 04/04) e todos que se cadastraram até agora estarão participando. As demais regras continuam valendo.

O resultado do sorteio será divulgado nas redes sociais do Casa, Coisas e Sabores:

Twitter - http://twitter.com/#!/Casa_Sabores
Facebook - http://www.facebook.com/casacoisasesabores

Peço 1 milhão de desculpas pela confusão, mas fiz o que foi preciso fazer. Imaginem o transtorno que isso está sendo para mim. Agora, é bola para frente. Não deixem de fazer seus pedidos de Páscoa, lembrando que devem ser feitos com pelo menos 48 horas de antecedência, pois os produtos são feitos sob encomenda e esse é o prazo mínimo para produção :)

Obrigada!

Se você gostou dessa postagem e achou o conteúdo relevante - portanto, que pode ser aproveitado por outras pessoas que estejam procurando sobre esse assunto -, mostre sua recomendação clicando no botão igual a este   localizado no final da postagem

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Receitas com chocolate para a Páscoa

Imagem: sxc.hu
Apesar dos ovos, bombons e afins, fato é que a sobremesa do almoço de Páscoa pode - e deve - ter muito chocolate. Algumas pessoas (malucas) não gostam de chocolate, mas, tirando essas pessoas raras, o chocolate é uma unanimidade. Por isso, apresento uma seleção das melhores receitas com chocolate já publicadas, a grande maioria delas bem práticas e de fácil execução. Quer agradar a todos? Faça uma sobremesa de chocolate sem muitos rococós. É garantia de que 99,8% da população mundial vai gostar da sua receita.

Fica a dica: depois da Páscoa, a maioria das lojas de departamentos ou supermercados faz umas promoções malucas para conseguir vender os ovos de chocolate quebrados. Óbvio que você não vai comprar ovos quebrados para dar de presente a ninguém, mas às vezes o preço fica mais vantajoso do que comprar uma barra de chocolate. Essa é a hora de aproveitar para fazer várias receitas com chocolate. Brownie a toque de caixa, ganaches sem fim, bolos de chocolate mais que especiais...Páscoa never ends :)

Receitas com chocolate para a Páscoa

1. Rocambole de chocolate fácil (AQUI)

"Vi a receita do rocambole de chocolate fácil na TV e corri para anotar, pois, criança que era, achei maravilhosa aquela preparação que não ia ao fogo/forno nem nada. Era receita indicada para crianças e, criança que eu era, copiei em detalhes em uma folha de caderno e coloquei na gaveta da cozinha. Sim, estávamos na era pré-internética (sou velha?)."






2. Bolo de aniversário "eu só quero chocolate" (AQUI)

"Esse bolo de aniversário foi feito para uma amiga que gosta de chocolate. O quanto? Muito. As 'instruções' que recebi na hora de fazer foram as seguintes: cobertura, recheio, tudo de chocolate. 'Ela é doida por chocolate', acrescentou minha fonte (sem necessidade). Ok! Por isso essa receita é para os chocólatras de plantão."








3. Bolo de chocolate especial (AQUI)

"Não vamos negar que um bolo de chocolate com recheio e cobertura tem (muito) seu valor, mas às vezes só queremos um bolo sequinho para o café da manhã ou o lanche da tarde, o que mata a vontade de chocolate e ainda nos poupa das trocentas calorias do recheio e da cobertura. O bolo de chocolate especial é simples, porém ganhou um toque que deixa o sabor de chocolate bem intenso e o torna perfeito para acompanhar um xícara de café."




4. Brownie perfeito da Helena (AQUI)

"Quando a Helena Gasparetto, "doceira" de mão cheia e que tem um blog cheio de delícias, anunciou que estava para colocar uma receita de brownie, meus olhinhos brilharam. Essa é uma das minhas sobremesas preferidas, que já experimentei em diversos restaurantes diferentes. Tenho até um ranking dos preferidos (confira o 'primeirão' abaixo). Ultimamente estava em busca de uma receita de brownie que me remetesse justamente a meus brownies preferidos. E a receita da Helena encerrou a busca. Perfeita."



5. Bolo diferente ou cuca de chocolate com banana (AQUI)

"Não se assuste, pois realmente é um "bolo diferente" e que parece que não vai dar certo. Mas dá, e muito. E vale demais a pena prepará-lo, pois fica uma DELÍCIA, com tudo maiúsculo, e é superfácil de preparar. Talvez esteja aí a desconfiança na coisa toda, rs. Faça, e com plateia assistindo, pois vai ser lindo ver aquela maçaroca se transformar em um bolo úmido, saboroso e perfumado."






-----------------------------------------------------------------


Se você gostou dessa postagem e achou o conteúdo relevante - portanto, que pode ser aproveitado por outras pessoas que estejam procurando sobre esse assunto -, mostre sua recomendação clicando no botão igual a este   localizado no final da postagem

Gerar PDF da postagem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...