verificador pinterest Casa, Coisas e Sabores: Abóbora assada

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Abóbora assada


Esse é um acompanhamento muito fácil de se fazer, saudável e que acompanha lindamente carnes grelhadas, bife, frango assado. E você ainda foge da mesmice das batatas, utilizando a abóbora de um jeito diferente, prático e gostoso. A receita da abóbora assada não requer quase nenhuma habilidade na cozinha - talvez o mais "difícil" do processo seja o corte da abóbora, dura à beça, mas ensino a técnica -, pode levar os temperinhos que quiser e é uma delícia, daquele jeito que as coisas simples sabem ser.

Não sei se é o mais recomendado, mas, como o consumo é pequeno, compro sempre o pedaço da abóbora. Assim fica mais fácil avaliar se a abóbora é da boa ou não. Pego os pedaços mais espessos e de cor laranja bem forte, coloração uniforme, sem manchas, vejo se as sementes estão bem presas à polpa e rezo para não ser "aguada". Se a abóbora estiver fechada, a reza é mais forte ainda. Dicas são muito bem-vindas nos comentários.

Na receita, as quantidades são a gosto, use o tanto de abóbora que quiser/tiver. Os temperos devem ser suficientes para sua quantidade de abóbora. Deixo a sugestão do quanto eu usei de cada item, apenas para dar uma ideia.

Abóbora assada

500 g de abóbora em cubos grandes (com casca)
4 colheres de sopa de azeite
1 colher de café de chimichurri
1 colher de café de molho de pimenta
Pimenta do reino

Em um recipiente, misture bem o azeite, o chimichurri, o molho de pimenta e a pimenta do reino. Com as mãos, "lambuze" cada pedaço de abóbora com a mistura de temperos, cobrindo-os bem. Coloque os pedaços com a casca para baixo em uma assadeira e leve ao forno médio por 40 a 50 minutos, até os pedaços ficarem bem assados, com as pontinhas do topo torradas. Acredite: o sal não faz falta nenhuma nessa receita, nem precisa acrescentar.

O chimichurri é um tempero seco argentino que reúne vários ingredientes e combina muito com assados e grelhados. Ele pode ser encontrado em supermercados, mas, na falta, coloque orégano e pimenta calabresa.

A abóbora é um bicho duro de cortar, principalmente para as fracotes como eu. Uso sempre com a casca, o que facilita o trabalho de cortar. Se for para purê, cozinho com casca e retiro depois de cozida. Nesta receita, a casca fica bem assadinha, crocante, é um pecado não comer com casca e tudo. Para cortar os cubos de abóbora: com uma faca grande, marque uma linha em cima da polpa, enfie a ponta da faca bem no meio dessa linha e baixe o restante da faca, em um movimento de alavanca. Gire o pedaço e faça o mesmo na outra metade da linha marcada. Assim, você terá uma "tira" grossa de abóbora. Corte os cubos a partir dessas tiras fazendo o mesmo movimento de alavanca com a faca.


Se você gostou dessa postagem e achou o conteúdo relevante - portanto, que pode ser aproveitado por outras pessoas que estejam procurando sobre esse assunto -, mostre sua recomendação clicando no botão igual a este   localizado no final da postagem

5 comentários:

  1. Acreditas que nunca provei abóbora assada??? Tenho de experimentar :)

    ResponderExcluir
  2. Oi Adri, eu amo abóbora, e assim, como vc fez, ela assada é uma coisa de louco, gosto dela carmelizada também (qdo meu lado formiga vence a parada)
    Adorei a adição de chimichurri, deve ficar bom, nunca coloquei. A dica de como cortá-la achei excelente. O bichinha dura menina! Gostei da sua sugestão, e geralmente tenho sorte de comprar umas abóboras perfeitas, e procuro de acordo como vc menciona, fazendo isso não tem erro mesmo. Adorei. Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Oi Adri!
    Eu simplesmente AMO abóbora assada! Sempre faço aqui em casa, acho super pratico e saudável. Nunca usei chimichurri, mas vou experimentar na próxima vez!
    Bjos
    Tania

    ResponderExcluir
  4. Olá Adri, tudo bem? Primeiramente, quero dizer que estou super em falta com vc. Vc sempre aparece lá no meu cantinho deixando mensagens super fofas e eu nada de mandar mensagem pra vc né? Coisa feia! =(
    Me desculpe, realmente o meu tempo foi pras cucuias, quase nem consigo visitar os blogs dazamigas e muito menos atualizar o meu blog. Snif.
    Mas falando de coisa boa, quero dizer que adorei sua receita da abóbora e da próxima vez que eu fizer vou deixar com a casca, assim como vc faz. Nunca pensei em deixar a danada lá e toda vez que vou fazer abóbora perco uns kilos de tanto fazer esforço, porque realmente a dita é muito dura!!! E eu nunca provei chimichurri, já vi várias pessoas usando, deve ser muito bom, da próxima vez que for ao mercado vou prestar atenção para ver se eu acho. =)
    Agora vou me atualizar dos seus posts anteriores que eu perdi (e claro, vou passar vontade do lado de cá). ;)
    Bjos querida!!!

    ResponderExcluir
  5. Maria, tem que experimentar mesmo! Acho que, quando assada, a abóbora fica mais sequinha, mantém melhor o sabor :) Beijos!

    Josy, vejo no seu blog umas abóboras lindas! Não é sorte, é técnica, rs. Abóbora caramelizada deve ser uma coisa...e o velho doce de abóbora com coco, tem coisa melhor? Beijoca!

    Tania, gosto muito do chimichurri, deixa tudo com gosto de parrilla argentina! Rs. Já testei em outros legumes também, tudo aprovadíssimo :) Beijos!

    Monalisa, imagina, menina! É uma pena que nosso dia não tem umas 72h, para ver todos os blogs de culinária que gostamos, rs. Não estressa que não existe obrigação nenhuma, deixo recadinho porque adoro seu blog :)
    Voltando à abóbora, deixar com casca dá menos trabalho e ainda é mais nutritivo, fora que a casquinha assada fica uma delícia. Beijos!

    ResponderExcluir

O que achou da postagem? Tem mais alguma dica para passar? Ficou com dúvidas? O espaço dos comentários está aberto para todos trocarem uma ideia :)

Gerar PDF da postagem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...