verificador pinterest Casa, Coisas e Sabores: Janeiro 2011

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Porta-chaves


Direto de Minas Gerais para enfeitar a entrada da minha casa e, de quebra, ajudar a organizar as chaves que ficavam largadas em cima de um armário.

Fogão à lenha, panelas de cobre, tacho para apurar os doces, toalhinha florida enfeitando a prateleira, caneca, chaleira, uma garrafa de pinga e uma janela para onde sair a fumaça do fogo da lenha. Preciso de mais?

-----------------------------------------------

Para quem, como eu, não teve a sorte de ganhar um porta-chaves fofo de presente, vai a dica de como fazer um porta-chaves simples, fácil e bonito.

sábado, 22 de janeiro de 2011

Prazer, cravo-da-índia

Para quem, assim como eu, não conhecia a planta de onde vêm os aromáticos cravos-da-índia, apresento-lhes a Syzygium aromaticum.

No Jardim Botânico do Rio de Janeiro, vivem esse exemplar e alguns outros, em um caminho de 'pés de cravo' ladeado por essas belas árvores e muito perfumado, por sinal.

Os cravos que usamos na culinária têm uma pequena flor na ponta e ficam agrupados na árvore como tufinhos. O chão perto das plantas estava cheio de cravinhos, e consegui encontrar alguns 'verdes', outros ainda com flor e uns mais secos, bem mais parecidos com os que compramos no supermercado.



Sim, eu fiquei agachada no Jardim Botânico catando cravos no chão. E muito empolgada.





Segundo a bíblia culinária Comer Bem (o livro da Dona Benta), o cravo-da-índia tem aroma forte e picante, e é utilizado inteiro em doces de frutas, além de em bebidas, como o quentão. Em pó, serve para temperar carnes, ensopados e receitas de bolos, tortas e pães.


Um viva à natureza, que nos oferece tantas delícias e beleza.

------------------------

Para informações sobre o Jardim Botânico, visite o site da Fundação. Os pés de cravo-da-índia ficam perto do chafariz.

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Blog de cara nova!

Ano novo, layout novo!

O blog resolveu começar esse 2011 de roupa nova, mas com o conteúdo de sempre. O design antigo havia sido escolhido como temporário, mas acabou ficando por quase um ano.

Finalmente, consegui montar algo que traduzisse melhor as intenções do blog: ser um patchwork de coisas que ouvi por aí, outras coisas que trago de família e mais um punhado do que vou aprendendo a cada dia. Tudo isso costurado à mão, retalho a retalho.

Às vezes as costuras saem um pouco tortas, mas o carinho com o qual essas mãos metidas a arteiras empunham linha e agulha é grande.

Grande beijo!

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Macarrão de verão

No verão, até mesmo a mais comilona das criaturas sofre com a chamada "falta de vontade de comer". De verdade, o que você quer mesmo é beber. Água, suco, cerveja, soro fisiológico ou vitamina C efervescente, não importa, contanto que esteja pelo menos frio, de preferência com pedrinhas de gelo.

Porém, vovó já dizia que saco vazio não para em pé, e nem só de líquido vive o homem. Fora as sempre onipresentes saladas de folhas, que você pode incrementar e dar um up com queijos magros (ricota, minas, cottage), sugiro uma bela salada de massa. Vovó sempre dizia: "coma carboidrato, minha filha, que dá energia e ajuda a malhar bonito".

Mentira, vó nenhuma falaria isso.

Para as saladas de massa, prefira as massas curtas, como fusilli, farfalle, penne. Mas não deixe de fazer porque só tem talharim, ok? Na minha preferência, evito ingredientes muito úmidos (como tomate) e coloco sempre uma proteína, como atum ralado, peito de peru picado, frango desfiado ou mesmo carne fria desfiada. O importante é que tudo seja leve e fresco.

A minha levou queijo minas padrão em cubos, champignon fatiado, azeitona verde picada, atum ralado ao natural, cenoura crua ralada, tudo temperado com alecrim fresco - sim, mutilei minha plantinha - e regado a azeite de boa qualidade.



Mas o segredo do sucesso dessa receita é, primeiro, aproveitar o que se tem, e, segundo, fazer a seu gosto. Com isso, têm o seu valor pimentão, palmito, presunto, rúcula, azeitona preta, beterraba ralada, um bocadinho de maionese (ou iogurte natural), aquele pedaço de salmão que sobrou, e por aí vai. É só abrir sua geladeira - coisa rápida, não use como ar condicionado! - ver o que tem disponível.

É como vovó sempre dizia: "coma salada de massa no verão, minha filha!"

------------------------------------------------------

@adrisn está comendo nuggets e bebendo vinho branco gelado neste momento.

Gerar PDF da postagem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...